De acordo com o relatório mais recente da empresa Parrot Analytics, a #Netflix é responsável pelas 10 #produções originais mais populares no mercado de vídeo sob demanda ou, como preferem alguns, de #streaming de vídeos digitais. Com isso a companhia foi capaz de superar com folga o desempenho de seus principais rivais como Hulu, Amazon Video e Crackle, entre outros.

Os dados referem-se ao mercado norte-americano e foram colhidos no terceiro trimestre de 2016. A Parrot Analytics obteve as informações de audiência estimada baseada em vários canais que incluem menções em redes socais como Facebook e Twitter, compartilhamentos de arquivos e dados de streaming quando disponível.

Publicidade
Publicidade

"Stranger Things" no topo

A série de ficção científica "#stranger things" lidera a lista de produções originais mais assistidas (ou, pelo menos, mais comentadas) do terceiro trimestre nos Estados Unidos. O forte apelo cultural, com referências maciças aos filmes dos anos 80, conquistaram o público em vários mercados mundo à fora nesse período. A exceção à regra ocorreu na Rússia onde a produção mais popular foi "BoJack".

A presença da Netflix é marcante não só na lista das 10 produções originais mais populares. Entre as 30 séries e shows com maior público nesse segmento específico a companhia conta com 16 produções próprias. Ou seja, mas de 50%. Em segundo lugar Hulu e Amazon Video aparecem com 5 produções cada no #ranking.

Além de "Stranger Things", as demais produções da Netflix listadas são "Orange Is the New Black", "The Get Down", "Narcos", "Marco Polo", "House of Cards", "Fuller House", "BoJack Horseman", "Jessica Jones", e "Bloodline", entre os 10 primeiros do ranking.

Publicidade

As demais são "Daredevil", "Sense8", "Longmire", "Grace e Frankie", "Unbreakable Kimmy Schimdt" e "Monster of None".

Investimento pesado

A explicação para o desempenho da Netflix nesse segmento, deve-se aos altos investimentos da empresa. Atualmente cerca de metade do valor investido no catálogo de séries e filmes vai direto para as produções originais. A empresa investe não só nos Estados Unidos como também em outros países como o Brasil.

Recentemente a companhia lançou por aqui a série 3% só om atores brasileiros. O cenário parece bem positivo não só para a Netflix. Outras empresas estão investindo cada vez mais no mercado de vídeos digitais. Recentemente tivemos a estreia no Brasil da Amazon Video, por exemplo. E não falta iniciativas como a tupiniquim Looke, que luta para se destacar entre as gigantes estrangeiras.

Streaming ainda não supera TV tradicional

Por outro lado o mercado de streaming de vídeos digitais ainda está só engatinhando. Os números estão longe dos obtidos no mercado tradicional, ou seja, aquele que abrange as produções de TV à cabo ou satélite.

Publicidade

Em outro relatório divulgado pela Parrot Analytics, produções como "Game of Thrones", "The Walking Dead" e "Westworld" estão no topo do ranking. A produção digital mais bem colocada foi "Black Mirror", da Netflix, que aparece apenas na posição 24.

Resta saber agora se a taxação imposta pelo governo poderá ou não barrar o crescimentos de serviços de streaming não só de vídeo como de música.