A inteligência artificial veio para mudar a nossa forma de interagir com a vida e a #Morte. E agora pesquisadores prometem a imortalidade através da inteligência artificial. É o caso de Roman Mazurenko, ele morreu em um acidente de carro, mas a sua amiga Eugenia Kuyda, cofundadora e CEO de uma startup de inteligência artificial LUKA INC, o trouxe de “volta a vida”.

A dor pela perda de seu melhor amigo a fez pensar em uma maneira de o trazer a vida. Roman era além de amigo, sócio da empresa e companheiro de pesquisa, a sua morte ocorreu em 2015 em um trágico acidente de carro. A russa decidiu coletar todas as informações sobre o amigo, fotos, reportagens e milhares de mensagens de texto, que ele tinha lhe enviado durante anos.

Publicidade
Publicidade

Depois de coletar os dados, ela começou alimentar uma rede neural de um “Al chatbo”.

Através disso foi possível construir um modelo de diálogo usando conjuntos de dados menores em cima da rede neural. Sendo assim, possível por aplicativo de celular conversar com o falecido Roman. A mãe do rapaz gostou do aplicativo e se considerou com sorte por ter este tipo de tecnologia, e que ao ler as respostas do rapaz das perguntas se sente como estivesse aprendendo mais sobe o filho.

Já o pai, ao contrário da mãe, considera difícil conversar com um programa de computador que soa às vezes como o filho.

Para a pesquisadora russa Kuyda, o programa lhe ajudou a lidar com a dor da morte, já que é capaz de dizer ao amigo coisas que outrora nunca teve tempo.

Memória artificial

O conceito desenvolvido por Kuyda não é novo, outras empresas já desenvolveram sistemas semelhantes para emular uma personalidade.

Publicidade

Exitem redes sociais que permitem aos usuários, mesmo após a morte, um agente de inteligência artificial que continua realizando postagens no perfil da pessoa.

O MIT (instituto de Tecnologia de Massachusettts) desenvolveu o Eterni.me, que, a partir dos dados publicados em redes sociais, e-mails e chats, cria um sistema de inteligência artificial que copia o comportamento do usuário. #Programação #inteligenciaartificial