Os deuses da internet parecem ter resolvido atender às preces dos impulsivos e dos desajeitados ao adicionar a adição do tão sonhado recurso de apagar mensagens enviadas por engano. Quantas pessoas já se arrependeram do envio de uma mensagem no calor do momento ou enviaram uma mensagem íntima para a pessoa errada? Com certeza, um monte de pessoas. Bom, a versão 2.17.1.869 do aplicativo para o iOS, o sistema operacional da Apple para dispositivos móveis, já possui as opções de editar e de apagar mensagens enviadas. Infelizmente, essa versão ainda está disponível apenas para beta testers.

Caso o remetente da mensagem resolva apagá-la, um aviso tomará seu lugar informando o destinatário que o usuário anulou a mensagem.

Publicidade
Publicidade

Fotos e vídeos também poderão ser apagados.

O recurso não retroagirá, ou seja, não será possível editar ou apagar mensagens anteriores à atualização. Ainda não há previsão de liberação do recurso para quem usa Android ou Windows, mas há esperanças de que não vá demorar muito.

O #WhatsApp, que foi lançado em 2009, alcançou grande difusão mundial e despertou a atenção e a cobiça do Facebook, que pagou mais de 19 bilhões de dólares pelo aplicativo, que já tem mais de um bilhão de usuários e é o aplicativo de mensagens mais usado de todos os tempos. Com o novo recurso, o aplicativo torna-se ainda mais atrativo e dá outro enorme passo em sua corrida para manter sua popularidade e continuar à frente da concorrência no mundo competitivo e sempre em rápida mudança da #Internet.

O aplicativo, porém, tem também encontrado obstáculos em seu avanço, tais como a oposição de autoridades.

Publicidade

No Brasil, seu funcionamento já foi suspenso através de ordens judiciais algumas vezes, por ter se recusado a colaborar com as autoridades e entregar informações de conversas de bandidos e criminosos. No Zimbábue, o aplicativo atraiu a atenção das autoridades por estar sendo usado por opositores do regime do ditador Robert Gabriel Mugabe para difundir críticas ao governo e organizar protestos. #Tecnologia