Certamente você tem aquele notebook guerreiro, que te auxilia em seus trabalhos ou estudos diariamente. Se este for seu caso, é bastante provável que seu aparelho sofra problemas de superaquecimento, podendo por vezes inclusive, ter desligamentos esporádicos, muitos destes preocupantes e inconvenientes. Mas como minimizar este problema sem precisar gastar dinheiro comprando um novo computador ou sem ter que formatar o velho notebook que tem tantos programas e dados importantes para o dia a dia?

Um usuário japonês do twitter, Suzuki Akinori, encontrou uma maneira bastante engenhosa para solucionar o problema de superaquecimento de seu notebook empilhando moedas de cobre sobre o equipamento, isto mesmo, moedas de cobre.

Publicidade
Publicidade

Elas atuam como um dissipador de calor, pois a condutividade térmica do cobre é muito mais eficiente que o alumínio ou plástico, materiais estes que são geralmente presentes nos notebooks. Esta ideia é bastante engenhosa e pode ser perfeitamente utilizada com outros computadores também. Um usuário do twitter colocou na placa mãe de seu desktop moedas de 10 ienes para auxiliar na irradiação do calor, claro que neste caso, é necessário conhecimento técnico para executar esta adaptação para não ocasionar curtos circuitos, pois nenhum material metálico poderá ficar em contato direto com a placa mãe.

Muitos dos problemas do dia a dia podem facilmente ser resolvido com uma ideia simples, mas muitas vezes falta conhecimento necessário para chegar à solução ideal, outras vezes, não atentamos à simplicidade das questões, mas seja qual for a solução encontrada, é muito importante priorizarmos a segurança, pois para abrir um desktop para adicionar moedas na placa mãe é um trabalho de risco que deve ser executado apenas por técnicos preparados ou quem saiba exatamente o que está sendo feito, pois quaisquer erros na execução desta atividade, pode ocasionar em danos à placa mãe ou acidentes desnecessários que podem trazer riscos à sua saúde.

Publicidade

No caso do notebook, basta quebrar o cofrinho, empilhar as moedas e trabalhar com o notebook com mais tranquilidade. #Ciência #Inovação #Tecnologia