E a última invenção dos russos, vejam só, é um aplicativo que tem por objetivo ajudar quando alguém próximo a você falece. Espera aí, não entenderam? Um aplicativo que te ajuda naqueles momentos mais difíceis quando você perde um ente querido e nem imagina o que precisa ser feito? Isso mesmo pessoal, agora não precisa mais se preocupar, se por acaso alguém próximo passar dessa para uma melhor, você já sabe o que fazer, que é recorrer imediatamente para a nova invenção que irá começar a funcionar dentro de dois meses.

Como o mundo está mais do que evoluído e cada dia mais usamos o celular, os chamados smartphones e iPhones para fazer as mais variadas coisas, como pedir comida, comprar roupas, comprar acessórios, usar como GPS, reservar voos, agendar viagens completas e pedir carro para nos levar onde queremos e, por que não, um aplicativo que pode te ajudar também na pior hora da vida ou da morte?

O aplicativo mais inesperado!

Dessa vez, os russos saíram na frente e inventaram o que nunca poderíamos imaginar, o aplicativo chama-se Umer e é um trocadilho com a febre mundial de transporte particular mais recente, o Uber.

Publicidade
Publicidade

Em russo, Umer significa “está morto”, e ele tem a função de “ajudar quando alguém morre”, basta alguns cliques para solucionar os detalhes do funeral.

Basta inserir o nome do falecido, a data de morte, endereço e a religião que o aplicativo faz uma busca de preços, serviços de funerárias, e cemitérios mais adequados para o “cliente”. Além de mostrar a opção de sepultura ou cremação, existem também muitos tipos de caixões, lápide e outros detalhes que fazem parte da organização de um funeral. O site do aplicativo ainda está em construção, mas lá é possível encontrar uma breve explicação sobre o nome e a função do aplicativo.

Para quem gosta de tecnologia, essa pode ser uma boa para facilitar a tensão e preocupação com os preparativos de um funeral e até para quem não curte muito também, é um momento muito tenso da vida, onde, muitas vezes, não se sabe exatamente o que fazer.

Publicidade

Será que esta nova "moda" vai pegar? Vamos aguardar! #2017 #Aplicativos #Tecnologia