Você quer ganhar #Dinheiro no #YouTube? Quando falamos sobre isso, uma coisa é certa: Várias pessoas já pensaram em se aventurar e criar um canal no site, que é um dos mais acessados no mundo. A mídia frequentemente divulga valores mensais recebidos por vários "YouTubers" (profissionais que fazem vídeos de forma regular) e muitos ganham a vida assim, de forma que este tipo de carreira acaba ficando cada vez mais atraente. Você tem interesse em seguir os passos de Felipe Neto ou Kéfera? Veja os passos a seguir:

Não é fácil

Sim, por mais desanimador que pareça, já é importante você colocar os pés no chão e saber que a carreira de criador de conteúdo não é simples.

Publicidade
Publicidade

Há muito trabalho pela frente e começar a criação de um canal não dá retornos financeiros imediatos. Se você quer fazer vídeos pois ficou sem emprego com a crise, por exemplo, o YouTube provavelmente não é uma boa ideia.

Defina o assunto e público

Mesmo com trabalho duro, quer fazer persistir e fazer algo bacana? Então, o ponto principal é saber sobre o que você vai falar. Para isso, dê preferência o que você tem extrema afinidade e ficaria um bom tempo falando. Você passa horas e horas jogando? Ótimo, faça um canal sobre seus jogos favoritos. Você gosta de cozinhar? Perfeito, crie vídeos de culinária.

Uma boa dica para definição de assunto é tentar ser original e abordar o que você tem interesse de uma forma totalmente diferente. Assista a diversos canais que abordam o que será falado e anote tudo o que poderia ser feito de outra forma.

Publicidade

Com base nas suas descobertas, defina, finalmente, um nome e um logotipo.

Outro fator muito importante para ser considerado é o seu público. Pergunte-se o seguinte: quem vai assistir seus clipes? Serão jovens ou adultos? Quem gosta do meu assunto? Este tipo de questionamento é fundamental para que você não crie conteúdo para poucas pessoas, visando ter mais visualizações, e que haja conhecimento seu em relação aos melhores caminhos para divulgação do seu trabalho.

Sua equipe e suas habilidades

Você vai trabalhar sozinho ou outros irão participar do projeto? Caso o YouTube seja apenas uma ideia sua, tenha consciência que haverá muito mais para ser feito individualmente do que haveria se houvesse uma divisão do trabalho. Apesar disso, seus ganhos serão maiores criando vídeos sozinho. Analise se o seu perfil favorece trabalhos em equipe.

Além das pessoas que realizarão os trabalhos do novo canal, saiba que suas habilidades para criar um conteúdo também contam. Você deve saber como editar fotos e clipes (nem todos possuem este tipo de conhecimento).

Publicidade

Freelancers

Se você tem dinheiro disponível para investimento, não tem algum tipo de conhecimento específico ou quer ter 100% dos lucros, você pode contratar freelancers através de sites como Workana e freelancer.com, o que pode funcionar muito bem. Estes sites fazem o intermédio entre as duas partes (profissional e cliente), o que garante a segurança das suas necessidades.

Crie roteiros, grave e edite

Não existe nada pior do que criar conteúdo para o seu canal sem ter nada combinado previamente. Além de um sinal de amadorismo, a falta de roteiro pode comprometer o resultado final de forma séria. Crie o guião, revise o texto inúmeras vezes para evitar eventuais falhas e conduza as gravações de forma profissional e séria, seguindo o que foi escrito.

Marketing e divulgação

Não adianta de nada gastar horas fazendo vídeos que ninguém vai ver. Desta forma, faça uma página no Facebook e esteja em tantas outras redes sociais que forem necessárias. Esteja presente, pois quanto mais visualizações o seu trabalho tiver nas primeiras horas de postagem, mais visível o sistema do YouTube deixará visível para ganhar visualizações. Quanto mais visualizações, maior o retorno financeiro! #youtuber