A empresa de segurança digital Eset divulgou um alerta sobre um novo golpe que tem lesado muitas pessoas. Ele envolve a promessa de fazer #clonagem de conta do parceiro no WhatsApp para aquelas pessoas que desejam monitorar ou desconfiam de traição por parte do cônjuge ou parceiro. Trata-se de um vídeo que começou a ser distribuído em dezembro de 2016 e que tem hoje muitas visualizações que ensinaria como fazer a clonagem da conta do WhatsApp.

Acontece da seguinte forma: os fraudadores oferecem um aplicativo, e ainda promete que o mesmo “funciona direitinho” caso alguém queira clonar o WhatsApp de alguém. Depois disso, em vez de realizar a clonagem, a pessoa envolvida no golpe acaba dando consentimento a um serviço de Short Message Service, SMS Premium.

Publicidade
Publicidade

Posteriormente, a pessoa percebe que está perdendo os créditos de seu celular, sem ter permitido isso.

Conheça um pouco mais do novo golpe do WhatsApp

O golpe tem início com uma mensagem via WhatsApp. Ao acessar a página, a vítima é levada a alguns vídeos em que uma pessoa usando disfarce detalha como fazer a clonagem com o número do outro usuário a ser monitorado.

São mostradas várias opções ao usuário, que faz a seleção na tela do smartphone. A ideia é simular que os servidores do WhatsApp estão recebendo a comunicação e que o número desejado será clonado. Porém, tudo isso é apenas uma artimanha para iludir a vítima.

No vídeo do término da simulação, o usuário recebe a opção “liberar” e, em seguida, a vítima é orientada que deverá compartilhar a “funcionalidade” com todos os seus contatos, ou seja, é feita uma tentativa de viralização desse novo golpe do WhatsApp.

Publicidade

Posteriormente, quando a vítima aciona um novo botão da tela do celular, que seria “clonar WhatsApp”, aparece uma mensagem chamada “Erro 804”.

Ao ser redirecionado a outro vídeo, o mesmo personagem fraudador mostra como resolver o “erro”. Ao seguir as orientações, a vítima termina por realizar seu cadastro em um serviço de SMS Premium, quando já começa a ter seus créditos descontados, e assim se completa o golpe.

Em seguida, o usuário é informado que mesmo compartilhando a informação com todos os contatos do WhatsApp, o Erro 804 ainda irá ocorrer. E assim, possivelmente, mais pessoas são atingidas com o novo golpe do WhatsApp.

Como não cair em golpes como esses

Novas explicações enganosas seguem induzindo a vítima dar um like numa página do Google Plus e acionar uma opção “não sou um robô” (recaptcha), que ativa um link de site de publicidade e mais um serviço pago de SMS.

Então, para não ser mais uma vítima de golpes como esses, além de sempre ter um bom antivírus no smartphone, vale uma orientação: evitar campanhas que prometem recursos ou serviços extraordinários e curiosos no WhatsApp e outros aplicativos, além de acessar links de campanhas suspeitas. #golpe whatsapp #aplicativo sms