Na última terça-feira (31), o Facebook anunciou mudanças em seu #feed de notícias. O conteúdo entregue ao usuário conta com uma série de algoritmos que mostram assuntos de seu interesse. Nesta atualização dos algoritmos, o foco é evitar conteúdos falsos, sensacionalismo e #spam.

Na luta contra conteúdos falsos, a rede social da mais um passo importante. O objetivo do novo algoritmo é evitar notícias enganosas e promover uma melhor experiência do usuário com informações genuínas. Antes o site levava em conta sinais pessoais, como proximidade da pessoa com você, curtidas e engajamento de usuários com a postagem para entregar o conteúdo.

Publicidade
Publicidade

A atualização adiciona sinais universais novos para determinar se o conteúdo é autêntico. Para evitar spam ou postagens que peçam cliques ou comentários e compartilhamentos, as páginas serão categorizadas pelo #Facebook. Outro sinal que será analisado pela atualização do algoritmo é se muitos usuários estão “escondendo” o post em seus feeds. Esse comportamento pode indicar que o conteúdo não é autêntico. E para os posts considerados autênticos, será dada uma atenção maior, aparecendo mais acima no feed de notícias.

Com essa atualização, as notícias mais “quentes” e em tempo real terão uma atenção maior, tornando a experiência do usuário mais viva e real. Notícias mais antigas terão posição inferior as notícias que estão em evidência no tempo real.

E para os donos de páginas, muda algo? A cada mudança no feed do Facebook deixa os donos de páginas tensos, pois isso influencia diretamente nas visitas e engajamento dos seus usuários.

Publicidade

Mas como a alteração diz respeitos a conteúdo autêntico, as páginas que estão de acordo terão prioridade de exibição, contra as que publicam conteúdo sensacionalista ou spam.O Facebook está sempre em busca de uma melhor experiência do usuário e foca nas atualizações para impedir que a rede social se torne um grande depósito de informação e sim um local onde se possa interagir e ter informações atuais, autênticas e que interessem aos usuários.