Uma reportagem exibida na maior emissora aberta do país acendeu um alerta entre os brasileiros usuários de #WhatsApp. Após a clonagem da conta, criminosos usavam conversas arquivadas e dados de contato para aplicar golpes, em sua grande maioria solicitando valores em dinheiro. A precisão do golpe era tanta que só depois de sofrer o prejuízo é que o usuário se dava conta de que caiu em uma armadilha. A polícia já investiga os casos, que contam até com a participação de funcionários das operadoras de telefonia. Felizmente um pequeno ajuste no seu aplicativo pode aumentar a #Segurança e evitar que você seja a próxima vítima no WhatsApp. Tudo que você precisa fazer é ativar a autenticação em duas etapas. Veja como é simples.

Ativando a autenticação em duas etapas no WhatsApp

1 - No seu aplicativo procure pela opção "Ajustes", se for no iPhone. Se você tem Android, abra o aplicativo, clique nas "três bolinhas" que ficam no canto superior direito e depois em "Configurações".

2 - Clique em "Conta" e depois em "Verificação em duas etapas".

3 - Clique em "Ativar"

4 - Digite uma senha que será usada para bloquear a sua conta do WhatsApp. A senha deve ter seis dígitos e você deve lembrar posteriormente pois ela será solicitada com frequência. Evite inclusive usar datas de nascimento ou partes do seu número de telefone para que não sejam descobertas facilmente.

5 - Digite em seguida um email válido. Este email será usado caso você necessite recuperar sua senha em caso de esquecimento.

6 - Clique em "Concluído" para finalizar o procedimento.

Pronto. Sua conta acaba de se tornar mais segura e bem menos vulnerável a #golpes. Toda vez que o usuário for ativar o WhatsApp em um novo aparelho, será necessário informar esta senha, além do código que é enviado por SMS por padrão.

Com esta senha, o golpista, ao tentar clonar o seu WhatsApp, não conseguirá acesso à sua conta, uma vez que será necessário a senha criada para autenticação em duas etapas.

Não se preocupe também se de vez em quando o WhatsApp solicitar esta senha criada para autenticação em duas etapas. É uma forma de manter a segurança e evitar que o usuário esqueça a combinação.