O que já era uma possibilidade, desde o ano passado, foi confirmado na tarde dessa sexta-feira, 24. SBT, #Record TV e Rede TV deixarão de ser retransmitidas pelas operadoras de TV por assinatura, como Sky, NET e Claro TV, a partir da próxima quarta-feira, 29.

Ao contrário do que muita gente está falando, a decisão de deixar de transmitir a programação, não partiu das emissoras, mas sim das empresas de TV paga, pois exigem valor milionário mensal, para continuar retransmitindo o sinal de emissoras gratuitas. Esse fato já impediu que a TV Gazeta integrasse a programação de todos as TVs por assinatura, pois lhe foi exigido R$1 milhão por mês.

Publicidade
Publicidade

Vale salientar que, quem não possui TV por assinatura e utiliza antena parabólica, continuará com o sinal, normalmente. Dia 29 de março, será desligado o sinal analógico em todo o estado de São Paulo e região. O desligamento já começou em outros estados e até o final do ano, atingirá 100% do país. Como nessa semana atingirá São Paulo, acaba influenciando em todo o Brasil, já que as emissoras ficam no estado.

Como continuar assistindo essas emissoras, sem deixar de ser cliente de TV paga?

Primeiramente, verifique se seu televisor possui um conversor digital interno. Se ele foi fabricado após 2010, e for de LED, LCD ou plasma, é provável que possua conversor interno. Você pode buscar essas informações na parte de trás do televisor e na ausência da informação, anote o número do modelo da TV e pesquise na internet, preferencialmente, no site do fabricante.

Publicidade

Se seu televisor não possui um conversor interno, é necessário adquirir um conversor digital, que é fabricado por diferentes empresas, logo o preço é bem competitivo, custando entre R$70 e R$110, dependendo da loja. Comprar online costuma ser mais barato do que em lojas físicas, mas na dúvida, é importante fazer uma prévia pesquisa antes da aquisição. Pesquise também se a loja online em que deseja comprar, é confiável.

Após comprar o conversor ou constatar que possui um televisor com o conversor interno, você precisará de uma antena UHF. Existem modelos externos, que são os mais comuns e de melhor qualidade, como Yagi, boca de jacaré e LOG periódica. Também existem modelos para usar ao lado do televisor, pois são pequenas e discretas, mas se houver muitos obstáculos para receber o sinal, como muros, prédios e árvores, haverá problemas para se obter a imagem.

A proposta da TV digital é manter o sinal de qualidade, sem o problema de chuviscos e imagem ruim. Todas as emissoras da TV aberta estão equipadas com transmissores em alta definição, logo, não haverá o problema antigo de apenas duas emissoras possuírem imagem boa quando se usa uma antena.

Publicidade

Se a antena comprada for externa, certifique-se de comprar cabos com bastante malha, pois além de durabilidade, proporcionam melhor recebimento de sinal. Também será necessário conectores para plugar o cabo na sua televisão. Se a antena for interna, algumas embalagens já contam com um conector. Na dúvida, sempre pergunte para o vendedor ou um antenista.

E se não tenho dinheiro para comprar o conversor?

O governo federal, em parceria com empresas de comunicação, está, desde o ano passado, distribuindo conversores digitais e deve entregar, no total, cerca de 12 milhões de aparelhos.

Para ganhar um, é preciso ser beneficiário do Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, Minha Casa Minha Vida, ou qualquer outro programa governamental que auxilia famílias carentes.

O cadastro é online, pelo site sejadigital.com.br e um formulário deve ser preenchido para que o aparelho seja entregue, via Correios. No ato da solicitação, será feito um agendamento para a retirada do aparelho em uma agência dos Correios. #SBT Rede TV e Record Fora do Ar #SBT