Phil Spencer (para quem não conhece, chefe da Divisão #xbox) é um cara legal. Legal e esperto. Afinal, desde o início da história do Xbox One, uma qualidade que tem demonstrado é a de saber admitir seus erros (e às vezes voltar atrás), visando principalmente os anseios dos usuários Xbox.

Como faz isso? Simples. Ele ouve pessoas. Foi assim com o DRM (Digital Rights Management), foi assim com retrocompatibilidade e certamente está sendo assim agora. Sua nova cartada? Um serviço que muitas pessoas já estão carinhosamente chamando de "Netflix de #games". Isso não soa ótimo?!

Afinal do que se trata?

Anunciado nessa terça-feira (28) para Xbox One (Xbox 360 através da retrocompatibilidade) e Windows 10, o Xbox Game Pass é uma assinatura mensal que dá acesso ilimitado aos jogos de um catálogo, que inicialmente contará com 100 títulos e depois, assim como acontece na Netflix, receberá novos jogos, enquanto alguns sairão para dar lugar a eles.

Para isso, o assinante terá que desembolsar U$ 9,99 por mês, valor hoje equivalente a aproximadamente R$ 31,00.

Um aspecto interessante é que o usuário poderá baixar os jogos completamente, ou seja, não precisará se preocupar com problemas de conexão com a internet enquanto estiver jogando. Porém é importante ressaltar que se um dia deixar de assinar o serviço, esses jogos ficarão indisponíveis.

Vamos ao que realmente interessa...

Para começar a falar de títulos, foram revelados alguns que certamente farão parte da biblioteca inicial: Halo 5: Guardians, Payday 2, NBA 2K16 and SoulCalibur II. Essa, é lógico, é apenas uma pequena demonstração do que está por vir.

Spencer anunciou parceria com diversas produtoras famosas, além da própria #Microsoft Studios. 2K, 505 Games, Bandai Namco Entertainment, Capcom, Codemasters, Deep Silver, Focus Home Interactive, SEGA, SNK Corporation, THQ Nordic GmbH, Warner Bros. Interactive Entertainment terão jogos à disposição no catálogo do serviço.

Anda, quero isso agora!

Calma... O serviço ainda será lançado. A previsão é para o segundo trimestre de 2017. Entretanto, os cadastrados no programa Xbox Insider começam uma fase de testes em breve e depois os assinantes do Xbox Live Gold também terão prioridade antes dos demais usuários.

O serviço ainda não tem previsão de estreia e nem de valor no Brasil.

Veja abaixo o tweet do anúncio oficial do serviço.