Imagine-se na seguinte situação: você está esperando um amigo em uma cafeteria quando decide dar uma olhada no Facebook para passar o tempo. Então, você pega o celular, encontra uma rede Wi-Fi com o nome do estabelecimento e se conecta à #Internet.

Depois disso, você acaba pedindo um café e resolve comer alguma coisa enquanto lê os seus e-mails. Porém, você escuta alguém perguntando se no estabelecimento tem Wi-Fi livre e o funcionário diz que não. Um monte de gente fica confusa, e em seguida, a rede que você estava utilizando simplesmente desaparece.

Um laptop fecha, e você vê uma pessoa saindo lentamente, enquanto seu amigo que acaba de chegar segura a porta para ele sair.

Publicidade
Publicidade

Então, você percebe que a rede Wi-Fi que você estava conectado sem pagar nada na verdade acabou saindo caro, pois seus dados informações pessoais podem estar em perigo.

A internet sem fio já se tornou tão comum que começamos a esperar tenha um ponto de acesso à internet disponível em todo lugar em que a gente for, seja em uma cafeteria, shopping, aeroporto, entre muitos outros lugares. Os pontos de acesso à internet por meio de uma conexão Wi-Fi estão espalhados em todos os lugares.

Isso significa que também surge mais oportunidades para pessoas serem enganadas, porque qualquer um pode se sentar em algum lugar, criar um ponto de acesso à internet sem fio própria, e colocar um nome como “Aeroporto – Wi-Fi gratuito”. E se você conectar a uma dessas redes, eles poderão eles poderão visualizar, gravar e enviar qualquer coisa que você esteja navegando, incluindo nomes de usuário, senhas, dados bancários e cartão de crédito.

Publicidade

Mas evitar impostores é o primeiro passo para manter-se seguro, porque várias redes públicas sem senhas estão espalhadas pelas cidades, e tudo que é enviado através de uma rede sem senha não é criptografado, o que significa que qualquer pessoa pode ver tudo que é enviado pela rede sem nenhum problema.

Uma maneira de evitar esses ataques é usar sempre as redes privadas, ou seja, aquelas que precisam de senha para ser conectadas. Mas, se você não tiver acesso a uma, a melhor maneira de permanecer seguro é prestar atenção se a URL do site em que está navegando começa com “http” ou “https”. Se for uma rede com https, você verá um pequeno cadeado ao lado indicando que a rede você está realizando uma conexão segura, qualquer coisa enviada ou recebida vinda desses sites estarão protegidos. #Segurança #Dicas