A #Tecnologia é algo que não para de avançar e cada dia mais faz parte de nossas vidas. Ao longo do tempo, temos testemunhado o grande progresso que tem experimentado o mundo tecnológico, um exemplo-chave disso é o uso de #drones, um equipamento que chegou aqui para ficar e promete ser um sucesso no futuro, ou pelo menos parece.

Estes drones são um reflexo da invasão tecnológica em que vivemos, e que, graças a esses artefatos discretos podemos produzir imagens aéreas espetaculares, que não seria tão simples de obter tal resultado se fossemos fazer com uma câmera simples. Tudo por causa de sua facilidade para entrar em cantos e recantos onde o acesso é limitado.

Publicidade
Publicidade

Da mesma forma, esses aparelhos são utilizados num grande número de atividades, desde mapeamento, usados também para controlar o tráfego ou indústria cinematográfica. Eles também são empregados por artistas para gravar seus shows e outros fãs que simplesmente tornam seu hobby, sim, muito bom para passar o tempo, embora o custo varia dependendo do modelo e tamanho.

O zangão-mestre, como são apelidados os operadores de drones profissionais, acrescentam força e estão cada vez mais voltados para se tornar uma das profissões no futuro imediato. Pois bem, graças à sua aceitação, vem sendo criados postos de trabalho nas escolas onde as aulas são realizadas para o título de zangão piloto, porque para pilotar estes artefatos é necessário um bom conhecimento, cuidado e, claro, uma capacidade de pensar rápido em situações diversas.

Publicidade

Estes sistemas aéreos não tripulados têm um passado: eles eram usados ​​durante a Segunda Guerra Mundial, a fim de monitorar os rivais de um ponto onde os combatentes não podiam acessar devido ao risco militar.

Apesar de sua existência, de cerca de 70 anos, foi a partir de uma década atrás que os drones conquistaram seu pico no mundo tecnológico, algo maravilhoso para os apaixonados por voos e por tecnologia. Embora reconhecendo que mais uma vez as redes sociais e os meios de comunicação têm aumentado a sua popularidade.

Ao exposto, os drones podem ser capazes de criar empregos quer piloto ou ex-pilotos, mas também pode destitui-los. Um exemplo é o caso de empresas de transportes ou sites para compras online que estão estudando a possibilidade de utilizar drones para entregar seus pacotes, destruindo assim o emprego dos entregadores.

A AES Tietê usa drones para monitorar todas as suas 12 usinas hidrelétricas, evitando ter que usar uma equipe inteira equipada de um veículo e barcos para medir a vazão ou o acúmulo de água. Hoje, essas atividades são executadas por drones aéreos, aquáticos e subaquáticos.

O que você acha de investir nessa área? Sua empresa teria espaço para os drones? #AES Tietê