A Apple está se preparando para o lançamento do iPhone 8 que provavelmente acontece em setembro, mas para movimentar ainda mais esse período de pré-lançamento, chegou a notícia de que o próximo grande projeto da #Apple é um carro autodirigido. Em uma entrevista, Tim Cook, CEO da Apple, disse que a Apple não iria construir um carro do tipo, mas em outra, ele disse que o carro é um “up” e a megacorporação se concentrará em construir e trazer um carro para o mercado.

Tim Cook matou o projeto?

Há informações que em uma entrevista que Tim Cook deu a Bloomberg ele disse que a Apple não está trabalhando em um carro autodirigido.

Publicidade
Publicidade

Cook disse que a empresa está se concentrando em sistemas autônomos como um todo.

Cook não deixou claro se a empresa tinha algo tangível para um produto. Atualmente, o único que a Apple tem no mercado de #Carros é o CarPlay, um sistema para espelhar o #iPhone no som do carro. Cook referiu-se a três vetores no mercado de automóveis no momento, que incluíam veículos elétricos, como os fabricados pela Tesla, veículos autônomos que incluíam o Google, e outros mercados que hoje tem investimento da Uber e Lyft. Com a estreia no décimo aniversário do iPhone 8, a Apple não possui um projeto de acompanhamento para despertar os investidores.

O projeto de inteligência artificial da Apple

A Tech Xtreme informou que a Apple vê o carro autodirigido como um enorme projeto de inteligência artificial. A Apple se interessou em automóveis autodirigidos ainda em 2014.

Publicidade

A empresa nomeou seu projeto Titan e contratou 1.000 engenheiros para trabalhar no projeto e possivelmente no desenvolvimento do carro. Em vez de construir uma fábrica, a empresa planejava cultivar a fabricação do carro para outro fabricante de automóveis.

A Apple se reuniu com a Daimler e BMW, mas as conversas não fluíram conforme esperado. Se a Apple decidir construir um carro, a empresa pode escolher a Magna Steyr na Áustria para realizar o projeto. Steyr produz carros para outras empresas, incluindo Mercedes Benz. Outro ponto importante para a decisão da Apple na hora de entrar no mercado é a escolha entre gasolina ou eletricidade.

Os analistas veem a inteligência artificial produzida pela Apple como várias aplicações mais amplas do que apenas construir um carro autodirigido. O foco da Apple no software que está criando não deixa claro se a empresa acabará por construir o carro ou usar o software para outras aplicações. Cook indicou que a Apple admirava o trabalho feito por Tesla, e ele disse que seria bom não ter que parar no posto de gasolina. Demorou mais de uma década para a Tesla tornar seus carros rentáveis. Quatro anos depois de ter feito o carro um sucesso, a Tesla ultrapassou a Ford e a GM em valor de mercado. Agora a Tesla é a quarta fabricante de automóveis mais valiosa do mercado.

Será que a Apple vai entrar de vez nesse mercado? Agora só nos resta esperar.