Na década de 90, quando os cursos de #Informática se multiplicavam pelo Brasil, uma das primeiras tarefas que os entusiasmados alunos – muitas vezes dividindo um computador com um ou mais colegas -, aprendiam era mexer em um programinha chamado Paintbrush, que mais tarde passou a ser chamado apenas de Paint. Para desespero dos saudosistas, a Microsoft anunciou na última quinta-feira (20) que o programa não estará presente na próxima atualização do Windows 10, prevista para ser lançada no próximo mês de outubro.

A primeira aparição do aplicativo foi em 1985, justamente com a versão 1.0 do sistema operacional. Ele foi o primeiro editor de desenho e imagem e se destacou por sua simplicidade.

Publicidade
Publicidade

Por não exigir grande conhecimento, era muito popular, inclusive por pessoas que estavam tendo os primeiros contatos com o computador, além de ser pratico para fazer edições pontuais.

A descontinuação pegou os usuários de surpresa, uma vez que na última atualização do Windows o programa recebeu melhorias, passando a editar e criar objetos em 3D. Em seu lugar, a Microsoft continuará mantendo o Paint 3D na lista de aplicativos para as atualizações do Windows 10.

Apesar de parecer simples, quando explorado em sua totalidade, o Paint era capaz de criar desenhos impressionantes. Alguns anos atrás viralizou um vídeo na internet em que um usuário recriava o quadro Mona Lisa utilizando apenas as ferramentas do aplicado.

A saída do programa causou muitas lamentações nas redes sociais, com pessoas reclamando que o Paint ainda era de grande utilidade e que a empresa deveria tirar outros programas pouco usados, classificados como 'inúteis'.

Publicidade

“Por que a Microsoft não tira coisas de fato inúteis como todos aqueles aplicativos nativos de Clima, Groove Music, Receitas e etc?”, escreveu um deles.

Também estão com os dias contados e serão removidos nas próximas atualizações o Outlook Express, o app Reader e a lista de leitura.

Windows

O sistema operacional que viria a revolucionar o mundo da informática começou a ser desenvolvido ainda em 1981 e foi lançado quatro anos mais tarde. O sistema permitia o uso do mouse em um ambiente cheio de janelas, daí o nome Windows. Desde então, o sistema foi ganhando novas versões. O grande salto se deu quando passou do 3.11 para o 95 – em referencia ao ano lançado. A versão mais recente, lançada em 29 de julho de 2015, é o Windows 10. #Tecnologia #windwos