Publicidade
Publicidade

O cupido sempre esteve à solta, mas nas últimas décadas o endereço certo desse carinha foi, e continua sendo, cada vez mais, a internet. Seja para fazer novas amizades ou conhecer novas paqueras, as ferramentas digitais vêm para acabar com os antigos olhares e frios na barriga.

Hoje, não é mais necessário frequentar bares e baladas para conhecer gente nova. É necessário, apenas, um smartphone com conexão à internet, e então navegar, de casa ou do trabalho, facilitando, assim, a #paquera.

Secrush

Lançado há apenas um mês, Secrush já tem mais de 10 mil downloads só na Google Play. O aplicativo, que promete facilitar as coisas na hora de começar uma conversa com o(a) #crush, tem design semelhante ao Tinder, porém seu funcionamento é diferente.

Publicidade

Segundo os desenvolvedores, o aplicativo ajuda pessoas que têm medo de arriscar sua amizade com outra pessoa a terem uma chance real de relacionamento, já que o casal somente saberá se há atração se houver match. Caso contrário, ninguém levará fora algum.

Após o cadastro, sua lista de amigos do Facebook aparecerá.

Para cada amigo, há quatro possibilidades: ‘’Ficaria’’, ‘’Sairia’’, ‘’Conheceria melhor’’ ou ‘’Sem interesse’’. Porém, o outro usuário só perceberia o interesse se caso der match. Os desenvolvedores garantem que as escolhas são totalmente sigilosas, ou seja, se não der match, nenhuma das partes saberá a resposta do outro, evitando tocos.

Aumento de jovens em apps de paquera

Uma pesquisa da Universidade Stanford, intitulada de "Procurando por Um Parceiro: O Crescimento da Internet como Intermediário Social", revelou que, a partir dos anos 2000, o chamado "cupido virtual" começou a se popularizar.

Publicidade

Com o avanço da internet e da tecnologia, hoje já são milhões de usuários, distribuídos em dezenas de aplicativos.

A facilidade e o conforto que os sites e apps de paquera proporcionam ao usuário são o principal motivo para o uso, sendo que não é necessário se constranger e muito menos estar próximo das pessoas para conversar, ou até mesmo convidar para sair.

Além de ter acesso às pessoas por perto, ainda é possível escolher perfis mais parecidos com a preferência do usuário, facilitando o processo de conhecimento e a conversação de interesses em comum. Os aplicativos, por sua vez, acrescentam, cada um, uma funcionalidade diferente e mais inteligente. Alguns possuem geolocalização, outros usam a proximidade dos smartphones de um e outro. #App