Publicidade
Publicidade

Se quando o #WhatsApp sai fora do ar por alguns minutos, instantes ou dias [VIDEO], já é um alvoroço, imagina agora que ele anunciou uma decisão bombástica. Fim de papo: 31 de dezembro de 2017 pode ser a data em que muitos vão usar por completo o WhatsApp pela última vez. O #aplicativo de conversas instantâneas mais popular do planeta, vai deixar de funcionar para alguns usuários e você pode ser um deles.

A informação começou a circular nas últimas 24 horas em portais de informação especializada em tecnologia e internet, e deixou alguns usuários apavorados. Mas calma, essa decisão não é aleatória, e não será aplicada levando em conta os usuários do programa, mas sim, os aparelhos onde ele está instalado.

Publicidade

Problema com suporte de aparelhos

Ocorre que alguns celulares já não terão mais o suporte necessário para conseguir executar as atualizações do WhatsApp. O programa realiza uma manutenção e aperfeiçoamento constante de suas funções. Para executá-lo por completo, os aparelhos precisam ter a condição básica para conseguir suportar essas atualizações, e aparelhos "velhos" podem não conseguir mais executar essas atualizações.

Os aparelhos que poderão deixar de executar o WhatsApp ou o funcionamento pleno de algumas de suas funções, por não conseguir fazer novas atualizações, serão esses:

. BlackBerry OS e BlackBerry 10

. Nokia S40

. Nokia Symbian S60

. Android 2.1 e Android 2.2

. Windows Phone 7

. iPhone 3GS/iOS 6

Decisão já havia sido anunciada

No meio deste ano, o próprio WhatsApp já havia anunciado que iria interromper as atualizações para alguns aparelhos.

Publicidade

Nas últimas horas, o programa disse em seu blog a seguinte afirmação: "Caso você utilize um destes aparelhos, nós recomendamos que troque por um aparelho Android, Apple ou Windows Phone mais atual antes do fim de 2016 para que possa continuar usando o WhatsApp".

Ainda no blog, o WhastApp justificou a decisão, afirmando que "Por mais que estes aparelhos celulares tenham feito uma importante parte em nossa história, eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro".

Os profissionais que cuidam da manutenção do programa pelos aparelhos mundo a foram, orientam que como os sistemas operacionais antigos têm limitações que impedem o desenvolvimento de novos recursos, é recomendável que o usuário troque de smartphone para um modelo mais atual se quiser continuar usando o mensageiro.

Queridinho do planeta

Alvo de polêmicas no mundo todo, o WhatsApp virou rapidamente um imenso fenômeno entre os usuários. Números da Anatel mostram que o consumo de dados triplicou nos últimos cinco anos, o que mostra que o consumo do programa está se expandindo cada vez mais.

Publicidade

Para muitos, sua facilidade e a possibilidade de realizar ligações sem o consumo de créditos do celular, é uma grande vantagem. No entanto, para os menos espertos, o aplicativo já foi odiado, como em Fevereiro de 2017, quando o golpe se generalizou entre os usuários e gerou um prejuízo de mais de R$ 3,6 milhões. #Foradoar