Tudo começa assim... você está zipando o seu controle remoto quando depara-se com uma legenda que te chama atenção, algo do tipo : babá de cantor famoso vive na miséria. Aí pronto, você está fisgado. E o jornalista, que, independente do canal, tem sempre o mesmo estilo de voz e por muitas vezes até de corpo, começa toda uma controvérsia, falando, criticando, indignando-se, de tal modo que você começa a se interessar pelo caso e fica curioso para saber quem é esse sujeito inescrupuloso, indigno, que deixou sua pobre babá vivendo em uma condição tão desumana. Acontece que, quando você pensa que finalmente irá saber de quem se trata, entram os comerciais, e, após eles, muda-se o assunto, que pode ser uma receita de algo alimentício, uma propaganda no próprio programa sobre suplementos alimentares e xampus, etc.

Publicidade
Publicidade

É então que você percebe que está sentado há mais de 40 minutos, só para saber quem é o tal cantor que permite que a ex babá viva na miséria. Assim que você resolve mudar de canal o jornalista te prende. Então, retomando o assunto, o jornalista, com frases exageradas de indignação, começa a mostrar o local onde a tal babá mora, a pobreza do lugar, mostra a pia da casa, as crianças humildes jogando bola, o lixo que se acumula nas ruas, um pote muito simplório onde a babá se alimenta, entrevista diversas vizinhas que dizem que a mulher é um amor de pessoa, e por aí vai. E aí você começa a ficar mesmo indignado com tudo aquilo: onde já se viu uma pessoa que cuidou de alguém famoso viver numa situação tão constrangedora e paupérrima assim? E, embora você queira mudar de canal, sempre vem aquele pensamento de que logo, logo, eles irão mostrar esse cantor para o qual você quer falar uma porção de nomes sujos, tamanha a revolta que sente ao pensar em tudo que essa pobre babá passou.

Publicidade

Após os comerciais, mostra-se então a casa do tal cantor, uma mansão com um jardim maravilhoso, uma piscina fantástica, criados por todos os lados. A casa é mostrada inclusive numa visão aérea, para que melhor você possa ter uma dimensão de como ela realmente é imensa. Ele tenta então ligar para o cantor, sem sucesso! Pergunta para os vizinhos se um cantor mora naquela mansão, etc. Sua indignação cresce.

Finalmente, a babá aparece: ela diz o nome do cantor do qual ela cuidou:_ É o.....

E então o jornalista pergunta para ela: _E a senhora não fica super magoada por vê-lo fazendo tanto sucesso enquanto a senhora está morando aqui ,nessa pobreza?

E ela responde: _ Não. Eu cuidei dele quando era um bebê. Mas ainda assim ele se lembra de mim. Vem me trazer algumas coisas de vez em quando, mas eu não gosto de luxo. Ele nem precisaria fazer isso, pois quando uma empresa não precisa mais do funcionário, não vai atrás da pessoa para ver como ela está, não é? Ele vem para desabafar também.

Publicidade

Sei que ele não é uma pessoa feliz, o que é uma pena. Pois eu vivo muito feliz aqui com meus filhos e netos, nós somos gente simples e para nós tudo está bom.

Pois é. Nessa situação como é que fica a cara do jornalista sensacionalista? E a sua, que perdeu uma hora do seu dia para assistir a isso, enquanto poderia ter visto tantas notícias realmente relevantes? #Televisão