Relacionamentos, sejam ele pessoais ou profissionais, exigem compreensão, companheirismo, muita paciência. E vários outros ingredientes fundamentais para a harmonia e sucesso de uma parceria. Mas às vezes, as melhores parcerias se desgastam e não sobrevivem ao efeito do tempo. Um exemplo disso são algumas duplas sertanejas que considerávamos inseparáveis.

Confira a lista das duplas que se separaram definitivamente e algumas que voltaram a dividir os palcos após alguns anos.

1. Pedro & Thiago

Os primos, que seguiram os caminhos dos pais (Pedro é filho do cantor Leonardo e Thiago é filho de Leandro, da famosa dupla Leandro & Leonardo), lançaram seu primeiro CD em 2002.

Publicidade
Publicidade

Ao longo da carreira, 9 CDS foram gravados, sendo o último deles ao vivo em 2011. Em 2012, Pedro sofreu um grave acidente de carro quando voltava de um show e ficou entre a vida e a morte. Durante os 80 dias em que ficou internado, Thiago cumpriu a agenda da dupla. Em maio do ano passado foi anunciado o fim da dupla e, de acordo com as declarações de Thiago, a decisão partiu de Pedro.

2. Hugo Pena e Gabriel

A dupla lançou seu primeiro álbum em 2004. Os dois emplacaram muitos sucessos, como as músicas "Mala Pronta", "Hobin Hood da Paixão", "Estrela" e "Parece Castigo" em seus 7 anos de atividade. Separaram-se em 2011, após algumas brigas e Hugo Pena não comparecer a diversos shows da dupla. Antes do comunicado oficial emitido por Gabriel e pelo empresário, Hugo Pena publicou em seu Twitter "Fui demitido do meu próprio nome". Segundo Hugo, a separação foi influência do empresário.

Publicidade

Gabriel montou uma dupla com outro cantor, Hugo, mas a dupla não durou muito tempo. Hugo Pena segue em carreira solo e planeja gravar seu DVD.

3. Edson e Hudson

Uma das duplas sertanejas de maior sucesso no Brasil, os irmãos comunicaram seu término em 2010. Segundo eles, os motivos da separação foram a doença de Hudson (transtorno do pânico) e as crises de estresse de Edson. Seguiram em carreira solo e em 2011 decidiram voltar a dividir os palcos. Em 2012, Edson e Hudson voltaram e gravaram o DVD "Faço um Circo pra Você". Neste ano lançaram o álbum com o mesmo nome do DVD. Após o tão aguardado lançamento do CD, Hudson foi preso algumas vezes e responde em liberdade por porte ilegal de armas. Atualmente, Edson faz apresentações solo, enquanto Hudson está internado em uma clínica de reabilitação.

4. Rick e Renner

O fim da dupla foi em 2011, após mais de 20 anos de carreira. Os boatos do fim da carreira começaram após Rick lançar um CD com seu filho Victor, e Renner se candidatar a senador.

Publicidade

As ausências de Renner na divulgação do novo CD de trabalho, "Happy End", colaboraram para que a dupla chegasse ao fim. Os cantores Rick e Renner ainda seguiram carreira solo e, em 2012, anunciaram seu retorno com o lançamento do CD "Inacreditável o poder do Amor".

5. João Mineiro e Marciano

João Mineiro e Marciano faziam o autêntico sertanejo de raiz, lançaram seu primeiro CD, "Ficha de Jesus", em 1973 e separaram-se em 1993. Após a separação, João Mineiro montou outras duas duplas, uma com Marino e depois com Marcian. Mas o sucesso veio mesmo quando dividiu os palcos com Mariano. Em 2012, João Mineiro faleceu aos 76 anos devido a uma insuficiência cardíaca. Marciano segue em carreira solo e desde 1993 já gravou 10 CDs. Nunca foram revelados os motivos que levaram ao fim da dupla. #Entretenimento