O grande reality show Big Brother Brasil, que deu seu início em 2002, ganhou um grande público e conquistou uma audiência incrível, mas foi na edição do ano de 2005 que deu início a uma queda e muita critica. Como vencedor teve o participante Jean Wyllys, um professor que logo após ter ficado famoso se envolveu na política obtendo sucesso.

Isso causou muita polêmica em torno aos admiradores do programa, quem não ouviu os comentários; "Quero entrar no Big brother Brasil e lutar pelo grande prêmio de 1,5 milhão de reais". Foi ao decorrer dos anos que as opiniões começaram a mudar.

Então, o grande fato é que vários participantes no início da temporada eram pessoas comuns.

Publicidade
Publicidade

Como que de repente os sorteados, muitas vezes, já tinham um histórico de atriz, modelo e músico? Sendo que a proposta da Casa cenográfica vigiada por câmeras o tempo todo, era de realizar o sonho de um dos participantes conquistar o grande prêmio e não de dar mais a quem já tem?

Com muitas críticas dos telespectadores em relação ao programa, o Diretor Boninho começou com algumas novidades do tipo, trazer para a casa participante de edições antigas. No início foi até interessante rever Kleber Bambam na edição de 2013, foi vencedor em 2002 no primeiro reality, mas em meio a tantos conflitos ele desistiu na primeira semana.

Quem não se lembra do espetáculo da casa de vidro que foi lançado na edição de 2009 sempre estava em um Shopping? Uma grande atração com inúmeras pessoas que sempre estavam na torcida.

Publicidade

O quarto branco que deixou muitos participantes assustados, Leonardo Jancu desistiu do programa BBB 9 na terceira semana por ter sido escolhido para enfrentar esse quarto, segundo caso de desistência, o primeiro foi Dilson Walkarez no BBB 3.

Em meio a tantas inovações, o confinamento na TV, não para de cair no Ibope, o que não afetou em nada no faturamento do reality show.

O Diretor Boninho promete o dia 20 de janeiro uma mudança radical, totalmente diferente de todas que já foram ao ar desde o primeiro. Isso, é claro, para reconquistar o grande recorde de audiência que foi perdido. Será formado por pessoas comuns iguais as que assistem ao programa.

O apresentador, Pedro Bial, também afirma que a décima quinta edição vai ser formada por uma seleção de pessoas totalmente diferentes e bem menos participantes, o que deixa muitas expectativas e curiosidades. #Entretenimento #Televisão