Hoje, dia 8 de dezembro de 2014, completam 10 anos que o guitarrista Dimebag Darrell (Pantera, Damageplan) foi assassinado durante uma apresentação de sua banda em Columbos, Ohio. O assassinato ocorreu quando Nathan Gale, um jovem de 25 anos, ex-fuzileiro naval, teve um ataque de fúria, subiu no palco e disparou sua arma várias vezes, matando quatro pessoas e ferindo outras três, antes de ser morto também pelo policial James D. Niggermeyer. Notícias sobre o fato deram conta que Gale que tinha problemas mentais ficou irritado com o fim do Pantera e para ele Dimebag e seu irmão o baterista, Vinnie Paul seriam os responsáveis pelo fim da banda.


Dimebag e Vinnie formaram o Pantera no início dos anos 80 e, de forma independente, gravaram quatro álbuns antes de conseguirem um contrato com uma grande gravadora. Em 1990 a banda gravou Cowboys From Hell, disco que levou o Pantera para o mainstream da #Música mundial. Em 1994 com o álbum Far Beyound Driven, a banda alcançou o número 1 do semanário Billboard, sem mesmo ter uma única música de caráter comercial.


Em 2002 após o término do Pantera Dimebag e Vinnie formaram o Damageplan que lançou seu primeiro disco Devastation Sampler em 2003 e em seguida New Found Power de 2004. A banda estava na turnê de divulgação do segundo álbum quando ocorreu o fato que culminou na morte do guitarrista.


Além do Pantera e do Damageplan, Dimebag fez inúmeras participações em álbuns de outras bandas como o Anthrax, no qual participou dos discos Stomp 442, Volume 8: The Threat Is Real e We've Come for You All.


Confira abaixo o que alguns nomes do Metal Mundial falaram a respeito do guitarrista:



Rob Halford (Judas Priest): "Sua música vai viver para sempre, esta é a maravilha de ser músico e poder gravar suas músicas, vamos poder ouvir sua música (do Dimebag Darrell) por muito tempo ainda e isto acalenta nossos corações."


Zakk Wylde (Black Label Society): "Sempre que estava com ele, nunca houve um momento chato, Dime era o cara mais legal do Planeta, Ele era muito melhor como pessoa do que como guitarrista, se é que isto é possível."


Kerry King (Slayer): "Nós estávamos preparando uma canção juntos "Snortin' Whiskey, Drinkin' Cocaine", aí ele me disse que não poderíamos fazer naquele momento porque estavam na turnê de divulgação do álbum do Damageplan, e eu disse a ele 'tudo bem cara, não temos pressa, temos todo o tempo do Mundo para fazermos isto', e de repente acontece aquilo. Penso ainda em fazer aquela canção com Zakk (Wylde) em homenagem à Dime."


Corey Taylor (Slipknot): "Me lembro que toda vez que encontrava Dime ele estava rindo, ele era um dos caras mais engraçados que conheci. Era uma das melhores pessoas que conheci e também um dos melhores guitarristas que já vi tocar."
#Entretenimento