Ele pode ser considerado como o mais consagrado programa da TV brasileira. Tradicional nos domingos à noite, na casa dos brasileiros, o "Fantástico" sempre foi um um carro-chefe da programação global. Porém, a realidade atual está tornando bem mais difícil os dias do "show da vida" da Rede Globo. Já são dez anos de queda livre no Ibope e a emissora aplica reformas que buscam reverter a queda de audiência. Outra atração dominical já consagrada,  o "Domingo Maior" também enfrenta problemas de queda.
A criatividade da equipe que elabora o Fantástico vêm sendo posta em prática, mas os resultados têm sido modestos. Já foram criados novos quadros, os apresentadores foram trocados, as reportagens ganharam formatos com menor duração e passaram a dar mais atenção para as comunidades.  Para que se tenha uma ideia do problema de diminuição na audiência, basta notar que em 2003, o programa tinha 36,3 pontos de média na Grande São Paulo (cada ponto agora vale por 65 mil domicílios sintonizados). Já no ano passado, a queda foi tão evidente que chegou ao menor número desde sua estreia, em agosto de 1973, atingindo os 19,2 pontos .

 Domingo Maior também está em queda

A sessão de filmes dominical da Globo, o “Domingo Maior", também enfrenta problemas semelhantes, com seus índices de audiência em queda desde 2003, quando tinha a média de 19.2 pontos. Em 2014 este índice caiu para míseros 8 pontos. E o pior é que o programa seguidamente vem sendo ultrapassado por concorrentes do SBT ou da Record.

Telespectadores estão mudando suas preferências?

É isso que devem estar tentando descobrir (se é que já não têm tais informações...) os executivos globais. Quando iniciou em 1973 a #Televisão brasileira tinha outra cara. Atualmente ela está diversificada, aumentaram os canais concorrentes e as TVs a cabo e fechada, crescem e atraem telespectadores certamente egressos dos chamados canais abertos.

A questão é saber até quando a poderosa Rede Globo vai sustentar esta situação que é no mínimo desconfortável. Certamente, enquanto o faturamento estiver em níveis satisfatórios, o Fantástico continuará no seu dia e horário atuais, bem como com o mesmo grau de importância que hoje lhe é atribuído por ser  o mais importante da rede. Mas se um dia este faturamento cair, certamente a empresa que liderado o mercado televisivo no Brasil terá de buscar outras soluções. E uma dela poderá ser até mesmo o fim do programa dominical mais consagrado da TV brasileira.  #Entretenimento