Florinda Meza, viúva de Roberto Bolaños, criador e intérprete do personagem Chaves, chegou pela primeira vez ao Brasil para participar de uma coletiva de imprensa na noite desta quarta-feira, 25, no Programa do Ratinho. Essa é a primeira entrevista que Florinda deu para uma emissora de #Televisão, desde a morte de seu marido, em 28 de novembro do ano passado.

Florinda chegou ao Brasil na manhã de terça-feira, 24 e desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Ela conheceu o apresentador Calos Massa o Ratinho em 2011, quando ele foi visitar a casa de Bolaños em Cancún, no México.

Com 66 anos completados no dia 8 de fevereiro, a atriz foi muito simpática com todos e respondeu às diversas perguntas dos jornalistas do SBT.

Publicidade
Publicidade

Dona Florinda conta que foi casada com Bolaños por 37 anos - ela e o companheiro se separaram por um curto período de três meses. Ela diz que Bolaños saiu de casa porque se sentiu pressionado pela imprensa e por seus familiares. Disse ainda que não conseguiu se recuperar da morte do marido, pois havia convivido com ele por mais de 40 anos. Após ficar em silêncio por alguns segundos, ela afirmou que Bolaños foi o melhor homem do mundo. Desde que seu marido morreu, por problemas pulmonares, em novembro de 2014, Florinda vive reclusa em sua casa em Cancún, no México.

Após a morte de Bolaños, Florinda foi acusada de colocar câmeras e proibir a visita de fãs ao túmulo do marido no México. Ela afirma que isso não é verdade, pois as câmeras já estavam lá, e que todos podem visitar o túmulo quando quiserem.

Publicidade

Ela afirmou também que era paquerada pelos colegas do elenco, como Carlos Villagrán, o Quico e Ruben Aguirre, o Professor Girafales. Contou que era muito amiga de Edgar Vivar, o Seu Barriga e dos já falecidos Ramon Valdês, o Seu Madruga e Angelines Fernandes, a intérprete da Bruxa do 71.

Em um livro escrito por Ruben, ele afirmava que ela tinha muitos ciúmes de Bolaños. Ela respondeu a essa afirmação com bom humor dizendo que era ciumenta com todos que amava. Outro conflito recente foi com Maria Antonieta de las Nieves, a intérprete de Chiquinha. Ela havia dito que Florinda era amante de Roberto Bolaños muito antes de assumir o caso publicamente. Ela afirmou que considera Maria Antonieta uma grande companheira, mas não uma grande amiga.

A atriz também relembrou o reencontro com Villagrán, após 35 anos, durante o velório de Bolaños na sede da Televisa, na Cidade do México. Foi um momento de condolências, abraço e de despedida, porque ela já estava de saída.

Florinda disse que "gostou muito de tê-lo visto lá, não somente ele como toda a América Latina". #Entretenimento #Famosos