Seis capítulos no ar, uma quantia pequena para fazer uma análise sobre qualquer novela. É difícil entender o público e saber o que ele gosta ou não na trama de Gilberto Braga. No entanto, Gloria Pires, Adriana Esteves, Camila Pitanga e companhia já começam a registrar índices tão baixos que as histórias concorrentes pela primeira vez não se veem tão longe da Globo. Com a segunda pior estreia do horário, "Babilônia" fechou seu primeiro capítulo com 33 pontos na grande São Paulo.

Mas o que era ruim foi ficando pior um dia após o outro. A cada vez que o folhetim termina, a emissora carioca tem uma nova decepção. Neste sábado, 21, não foi diferente, o enredo que também tem o auxílio de Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, fechou por pouco acima dos vinte pontos.

Publicidade
Publicidade

Segundo dados do Ibope, o drama obteve média de 21,6. A reprise de "Carrossel" exibida pelo SBT teve 13 pontos na sexta, 20. Apenas oito pontos a menos que o capítulo de sábado da TV Globo. 

Folhetim já caiu mais de dez pontos em seus primeiros capítulos 

Os dados ficam ainda mais claros se fizermos um comparativo direto do folhetim com ele mesmo. Em seis capítulos, "Babilônia" teve uma queda expressiva de doze pontos, ou seja, mais ou menos 40% dos telespectadores deixaram de assisti-la só nessa semana. É bom lembrar que os capítulos de sábado de qualquer novela registram baixas, no entanto, nada como o que está sendo visto na novela das nove já havia acontecido antes com a Globo.

"Babilônia" se aproxima da reprise de "O Rei do Gado"

Os consolidados são tão ruins que produtos como o "Big Brother Brasil", "Jornal Nacional" e "Sete Vidas" têm tido índices maiores do que era até então o principal produto do canal.

Publicidade

Até a reprise de "O Rei do Gado", exibida nas tardes da telinha, chega perto do último número obtido pelo drama. A história de Luana e Bruno Mezenga constantemente chega aos 18 pontos, apenas três a menos do que a novela das nove, num horário extremamente melhor, onde todos estão em casa e o número de televisores ligados sobe. Cada ponto representa cerca de 67 mil domicílios com seus televisores ligados na cidade de São Paulo.  #Entretenimento #Televisão #Novelas