"Olá, tudo bem?" Esse é o bordão que inicia todos os domingos o 'Domingo Espetacular' da Rede Record de #Televisão. A frase também poderia ser usada caso quiséssemos saber como Paulo Henrique Amorim se sente após perder mais um processo na justiça, o quinto só relacionado ao Ministro Gilmar Mendes. Especula-se que o jornalista receba mensalmente da emissora de bispo Macedo a bagatela de R$ 200 mil. Se for verdade, ele vai ter que separar 20% dessa quantia para custear mais uma derrota no judiciário.

Segundo um site especializado em ações penais, a juíza substituta da décima segunda vara cível de Brasília/DF, Tatiana Iykiê Assao Garcia, condenou Paulo Henrique Amorim por danos morais.

Publicidade
Publicidade

A indenização foi por conta de um post ofensivo pelo comunicador realizado no blog pessoal dele, o 'Conversa Afiada'. A publicação relacionava o nome do ministro Gilmar Mendes à sonegação de impostos e a ganhos irregulares na campanha para o Deputado Federal por Minas Gerais, Eduardo Azeredo.

Para Iykiê Assao, o repórter passou da conta da liberdade de expressão e fez comentários ofensivos e infundados. A decisão ainda levou em conta o fato de Amorim ser muito conhecido e que uma opinião do jornalista poderia sujar a imagem do ministro "em níveis mundiais", segundo a juíza. Ela ainda acrescenta que muito mais do que informar, o 'Conversa Afiada' quis mesmo foi denegrir a imagem da vítima. Caso ache injusta a condenação, o jornalista ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicidade

Somente neste caso envolvendo o ministro, já é a quinta vez que o apresentador do 'Domingo Espetacular' é derrotado.

Outros entraves na justiça

Os processos contra Amorim são tantos que no dia 4 de fevereiro foi a vez do engenheiro Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, ganhar no Supremo Tribunal Federal uma indenização de R$ 30 mil por discriminação sofrida através do blog do jornalista. Na época, o apresentador chamou Paulo Preto de 'Paulo afrodescendente'. O processo seguia na justiça desde o ano de 2010.

Amorim também já foi condenado por chamar o jornalista Heraldo Pereira da TV Globo de "Bandido". Outro profissional da emissora, o apresentador do 'Jornal Nacional' e comentarista do 'Jornal da Globo' também foi ofendido pelo comunicador, a justiça deu ganho a Heraldo e condenou o repórter da Record mais uma vez. #Entretenimento #Famosos