Hoje o dia nas mídias sociais foi marcado pela saída do cantor Zayn Malik, da banda One Direction (1D). Depois de divulgarem oficialmente os motivos pelo qual ele desistiu da carreira, as fãs brasileiras da boy band se manifestaram nas redes sociais, e a tag #PleaseZaynBackForUs ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter durante todo o dia. Zayn quer ter uma vida de um jovem comum de 22 anos, sem ser criticado publicamente cada vez que toma uma decisão. Mas será que isso ainda é possível?

Sem acreditar na notícia da saída de um de seus ídolos da banda, as Directioners - como se intitulam as fãs, lamentaram o fato do próximo show que será frealizado no Brasil, em breve, ter um componente a menos. Trechos de canções e frases como "Você seguiu seu coração e quebrou o meu" ou "Aquele que me ensinou a não desistir dos meus sonhos, foi o primeiro a desistir do seu próprio sonho" ilustram as fotos do quinteto.

E a reação das fãs vai além do choro e dos pedidos para o britânico voltar aos palcos, algumas adolescentes fanáticas publicaram fotos de pulsos cortados e outras mutilações por se sentirem traídas por Zayn. A repercussão dessas fotos levantou uma discussão sobre até que ponto é saudável ter ídolos durante a adolescência.

Últimos acontecimentos

Em março deste ano, o cantor, que é noivo da também cantora Perrie Edwards, foi visto com uma garota em uma festa na Tailândia. As imagens vazaram na internet e depois de ser questionado pelas fãs, Malik desabafou em sua conta oficial no Twitter, dizendo que não aguenta mais a falta de privacidade, e afirmou amar sua noiva.

Após a publicação das fotos, Zayn decidiu não prosseguir com os colegas de banda na turnê asiática e voltou para Grã-Bretanha. Em nota oficial, seu agente justificou a volta antecipada do cantor como 'tempo para aliviar o estresse'.

Outra notícia bombástica foi divulgada, abalando as Directioners: de acordo com o portal E!News, outro astro da banda, Harry Styles pode deixar a 1D para seguir carreira solo como cantor. Será que é verdade? #Famosos #Música