O Goleiro Bruno acusado de matar Eliza Samudio em 2010, cumprirá pena de 22 anos e 3 meses. Em #entrevista nesta quarta-feira 18 de março de 2015 com o apresentador Augusto Liberato (Gugu) na TV Record, Bruno diz que "Meu maior erro foi a omissão", sendo seu maior arrependimento.

O caso Eliza Samudio tomou proporção mundial, algumas testemunhas disseram nas investigações que a modelo e atriz foi morta por estrangulamento e o corpo foi em seguida esquartejado e enterrado. O envolvimento de Bruno no caso vem após Eliza engravidar e comunicar ao jogador que estaria grávida, que por sua vez não aceitou a criança.

No caso também se fez presente o seu melhor amigo de infância, Luiz Henrique Romão (Macarrão).

Publicidade
Publicidade

Bruno está preso desde 2010 e no primeiro bloco de entrevista ele se apresenta com arrependimentos, e que na época se tivesse mais orientações ou alguém o orientado ele falaria a verdade, sem defender ninguém, e pensa que talvez a atual situação fosse diferente.

Em sua versão do ocorrido, o seu amigo e funcionário "Macarrão" quem foi o culpado, que ele havia sequestrado e executado Eliza, só não disse a verdade, pois não podia trair a confiança de seu amigo de infância, e se arrepende de omitir, porque depois de algum tempo ele fora traído, pois teria ele apontado que o goleiro foi o mandante do crime.

Reafirmando sua inocência Bruno diz que, "Você pega o processo e lá não mostra uma prova contundente de que sou o mandante" e diante do apresentador nesta entrevista calorosa Bruno também admitiu que era viciado em álcool, "Bebia para esquecer certos problemas".

Publicidade

Em suas revelações Bruno diz que já encontrou com 'Macarrão' na penitenciaria de Minas Gerais e disse, 'Independentemente do que você ou eu erramos, que você possa seguir com sua vida. E eu vou voltar a trabalhar. Eu o perdoo, e também pedi perdão. Mas você me pergunta: a amizade é a mesma? Não. Mas o respeito a ele como pai de família vai existir sempre'

No final da entrevista Gugu falou sobre os filhos de Bruno, que por sua vez deixa claro que ainda tem dúvidas sobre a paternidade, mas diz amar o garoto 'Bruninho'. Fez menções das suas filhas Maria e Bruna, que gravaram uma mensagem de apoio ao pai, dizendo que amam o jogador e pedindo que ele volte pra casa logo.

Muita coisa ficou sem fechar na história, quem realmente a matou, mesmo um sendo executor do crime, o outro o mandante, ambos tem as mesmas culpas, mataram uma jovem sonhadora. Nesta quinta-feira será exibida a segunda parte da entrevista e o programa diz ter maiores revelações e farão um encontro de Bruno com uma pessoa que ele sonha em rever. #Famosos #Televisão