O apresentador Carlos Massa não se via ameaçado há muito tempo. Desde sua volta às noites no SBT, Ratinho tem ganho com folga a posição de vice-liderança. No entanto, um outro grande comunicador está dando trabalho para o dono do bordões "tem café no bule" e "a cobra vai fumar". Augusto Liberato foi recontratado pela TV Record, o loiro que apresenta sua atração nas noites de terças, quartas e quintas tem apostado em pautas sensacionalistas e polêmicas. Muitos internautas vem chamando a atração de 'Programa dos presidiários'. Gugu entrevistou gente como Suzane Von Richthofen e o ex- goleiro do Flamengo Bruno Fernandes.

Ratinho lembra que fez programas apelativos, mas que conseguiu superar fase

Nesta terça-feira (31), em entrevista ao programa 'Mornig Show' da rádio Jovem Pan de São Paulo, Ratinho lembrou da época que usava da mesma estratégia de Gugu para ganhar a atenção do público.

Publicidade
Publicidade

O comunicador ainda disse que mudar o conteúdo de seu programa foi um processo longo e difícil, mas que agora ele já conquistou os telespectadores com atrações menos apelativas, que no geral, são apenas #Entretenimento na #Televisão.

"Isso que o Gugu tá fazendo eu já fiz no passado, então nem posso falar mal dele. No entanto, o que a gente precisa é levar qualidade à televisão. É claro que o povo vai ver uma coisa que chama a atenção, mas isso não é duradouro e uma hora o próprio telespectador fica cansado dessas pautas sensacionalistas, e acabando trocando de canal", disse Carlos Massa.

Alterações devem trazer menos erros ao programa 'Gugu'

Na tentativa de conseguir subir ainda mais na audiência, o programa 'Gugu' agora será comandado pelo jornalismo da TV Record. Sai o diretor Vildomar Batista e entra uma equipe de direção, que sempre será revezada.

Publicidade

O objetivo é não repetir erros como o da gravação da entrevista com Suzane Von Richthofen.

Na ocasião, um técnico esqueceu de ligar um dos canais de áudio e o som ficou muito ruim. Outro problema nessa mesma reportagem foi a edição feita pela CGG, produtora do próprio apresentador que leva seu programa ao ar. O ritmo da edição não agradou aos executivos da Record que mandaram reeditar todo material, um processo longo e muito caro. #Famosos