Não é a primeira vez que o rapper é detido por conta de porte de drogas. Em 2012, policiais descobriram maconha, heroína e um revólver carregado no ônibus de turnê dele, porém uma outra pessoa assumiu a responsabilidade e foi preso, enquanto o cantor e os outros que estavam no ônibus foram isentos.

Sábado, dia 11 de abril, ele foi detido novamente no estado do Tennessee, nos Estados Unidos. Ele estava no meio de uma viagem e o ônibus foi parado por não conter coisas obrigatórias pela rodovia, como adesivos que são exigidos. O policial sentiu um forte cheiro de maconha e chamou os superiores. Além de maconha foram encontrados metanfetamina, objetos usados para usar drogas e várias armas.

Publicidade
Publicidade

Apesar disso, o rapper que tem por nome Cornell Iral Haynes Jr, 40 anos, já tem uma carreira de 15 anos e foi indicado para o Grammy, nomeado pela revista Billboard como um dos melhores artistas da década em 2009, atuou em seis filmes, um deles ao lado do inigualável Adam Sandler, teve canções em trilhas sonoras e parcerias com artistas renomados.

É importante que pessoas muito visibilizadas pela sociedade sejam punidas por seus atos, assim como todas as pessoas que praticam coisas proibidas pela lei. Se #Famosos saem impunes por atos corruptivos, violentos ou delitos, eles dão impressão que não existe lei para pessoas muito famosas ou muito ricas. Isso revolta a sociedade, já que além da má impressão eles dão mal exemplo para os seus fãs, que normalmente copiam seus atos, desejam agir como eles.

Publicidade

Nenhuma pessoa quer uma legião de fãs agindo como igual a uma pessoa que usa drogas e anda armado, é um perigo para a sociedade.

É como o Justin Bieber, que já fez várias atrocidades pelo mundo, inclusive fazer pichações no Brasil, que agora está avisado que se entrar na Argentina ele será imediatamente preso, por agressão a um fotógrafo em Buenos Aires.

Atos como esse influenciam pessoas que tem Nelly, Justin Bieber e outros como ídolos. A impunidade não deve prevalecer, para a população entender que eles não estão certos. #Entretenimento #Mídia