A série que relembra os principais momentos históricos do noticiário da Rede Globo de Televisão em seus cinquenta anos, está servindo também para o canal pedir mais uma vez desculpas por algumas atitudes que são consideradas erros. Exibida durante esta semana no Jornal Nacional, a atração tem surpreendido os telespectadores pelo seu tamanho e formato. Até nesta quarta-feira (22), dia em que o JN é menor por conta do futebol, o quadro teve mais uma vez mais de vinte minutos de duração. Na sexta-feira (24), está prevista uma grande homenagem a Cid Moreira e Sérgio Chapelin.

William Bonner ao lado de grandes nomes do jornalismo da Globo, como Fátima Bernardes e Galvão Bueno estão relembrando fatos que marcaram gerações.

Publicidade
Publicidade

Na terça-feira (21), o apresentador mais uma vez pediu desculpas pela forma como foi feita a cobertura das Diretas Já. Apesar de dizer que ainda existia uma pressão da ditadura, Bonner reconheceu o erro do noticiário da época. A reportagem sobre o comício das Diretas foi mostrada no Jornal Nacional como se fosse apenas uma festa de comemoração do aniversário de São Paulo. 

Ontem foi a vez do âncora do jornal mais assistido do Brasil falar sobre outro episódio polêmico, o debate entre Fernando Collor e Luiz Inácio Lula da Silva realizado pelo canal em 1989. William Bonner disse que na época o jornalismo da Globo teve a ideia de resumir o embate entre os dois candidatos à presidência, mas que acabou dando um tiro no pé. "A gente queria fazer isso, assim como se faz com jogos de futebol, mas é óbvio que esse é o tipo de coisa que só pode ser vista na íntegra, no todo".

Publicidade

Bonner falou ainda que sempre que se separam falas de um ou de outro haverá um privilégio, mas que no caso específico ainda houve o erro de dar bem mais tempo a Collor do que a Lula na edição.  

Outro boato foi destaque nesta quarta-feira. Glória Maria esclareceu mais uma vez que não houve atentado contra o presidente eleito Tancredo Neves. Durante anos, circula a informação de que o político teria levado um tiro que pegou no pé da repórter. Por conta disso, a Globo só exibia a imagem de Glória da cintura para cima.  #Entretenimento #Famosos #Televisão