Entre amigos, familiares e fãs do esporte, o narrador e apresentador do programa esportivo "Bem, Amigos" do SporTv, lançou nesta noite de terça-feira (7) na Livraria Cultura em São Paulo o livro de memórias nomeado de "Fala, Galvão", a obra, como já era esperado, foi publicada pela Editora Globo. O livro foi escrito junto ao jornalista e amigo Ingo Ostrovsky e em seu prefácio podemos ler uma definição sobre o narrador escrita por ninguém menos do que Ronaldo Fenômeno, também amigo de Galvão. "Achei a pessoa certa para fazer isso comigo. E foi muito bom! Gostei muito do resultado", disse Galvão sobre o amigo Ingo.

Em um total de 312 páginas, podemos encontrar muitas histórias curiosas, interessantes e até divertidas, como momentos importantes para o esporte nacional, reunindo grandes nomes do Brasil como Pelé, Ayrton Senna, Zico, Kaká, Ronaldo, Rubens Barrichello e Nelson Piquet, Reginaldo Leme e o grande amigo Arnaldo César Coelho, entre outros destaques do esporte brasileiro.

Publicidade
Publicidade

A obra também reúne trechos importantes, como detalhes sobre as Copas do Mundo, e os Grandes Prêmios da Fórmula 1. O livro também cita momentos dramáticos como o inesquecível "Alemanha 7x1 Brasil" e momentos divertidos como um dos maiores micos de Galvão quando narrou um jogo achando que fosse outro.

"Era o momento, depois de 40 anos de profissão, de contar histórias de meus amigos mais #Famosos e menos famosos. A televisão é uma coisa absurdamente coletiva. Ninguém faz nada sozinho. Têm histórias curiosas, engraçadas, séries, críticas, histórias duras... São histórias de uma vida e acho que deveria falar disso" citou em reportagem a Revista QUEM.

Galvão Bueno, há 11 anos, já vinha pretendendo escrever um livro, a ideia inicial era ser lançado quando o narrador completasse seus 30 anos de carreira.

Publicidade

Em março de 2014 o narrador completou 40 anos no ramo esportivo, porém com tantos compromissos como Copa do Mundo e Copa das Confederações a realização deste feito ficou para este ano de 2015.

"Completei 40 anos de carreira em março do ano passado, mas o Brasil vinha da Copa das Confederações, de momentos em que o país entrou em ebulição, a tampa da panela de pressão explodiu com reivindicações sociais... Era necessário esperar a Copa do Mundo" foram palavras do narrador.

Na quarta-feira (8) e quinta-feira (9) Galvão Bueno fará a divulgação de seu livro respectivamente em Salvador e no Rio de Janeiro.

"Sou Flamengo!"

Recentemente em entrevista ao "GloboEsporte" de São Paulo, Galvão Bueno declarou "Sou carioca, sou tijucano, sou salgueirense e hoje eu falo, sou Flamengo", destacando seu time do coração. Durante o programa apresentado por Tiago Leifert, o narrador divulgou sua obra e relembrou muitos de seus bordões e histórias que o motivaram a escrever o livro. #Livros