Mesmo sem a presença do deputado federal Jean Wyllys, o debate sobre a nova constituição da família brasileira promete pegar fogo no 'Na Moral'. O programa apresentado pelo jornalista Pedro Bial irá ao ar nesta quinta-feira, 23, na grade de programação da Rede Globo de Televisão. No entanto, a gravação foi realizada no último sábado, 18. Também estiveram nos estúdios do canal carioca, o apresentador e humorista Jô Soares e o autor de novelas Silvio de Abreu, além, é claro, do polêmico pastor, líder da Igreja Vitória em Cristo, Silas Malafaia.

Silas Malafaia postou nesta segunda-feira (20) um vídeo em seu canal oficial no Youtube, onde fala sobre sua participação no 'Na Moral'.

Publicidade
Publicidade

Nas imagens, o pastor chega a questionar até a parcialidade do jornalista Pedro Bial. Segundo o religioso, foram gravadas mais de duas horas de um embate, mas que no ar devem ter menos de quarenta e cinco minutos.

Malafaia criticou ainda o fato do debate ter sido desproporcional, já que, só ele era contra a adoção de crianças por casais do mesmo sexo. Estava prevista a participação de Jean Wyllys, que defende os interesses dos grupos LGBT. No entanto, o deputado federal teve um compromisso parlamentar internacional de última hora.

Outra que defendeu a adoção por homossexuais foi a desembargadora Maria Berenice Dias. O pastor disse que o clima esquentou durante o debate e que Pedro Bial ficou muito nervoso. "O pau cantou, o coro comeu, o coro comeu! O apresentador chegou a perder o equilíbrio, ficou muito nervoso porque eu questionei a parcialidade dele", disse no vídeo.

Publicidade

"Não foi um debate democrático", completou Malafaia, dizendo que gravou toda sua participação em áudio e que, caso a edição do programa privilegie o outro lado, ele postará o conteúdo gravado na internet.

O líder religioso elogiou apenas a postura do humorista Jô Soares, que segundo ele, foi o único a lhe tratar com respeito. Por conta da atração de Pedro Bial, o talk show apresentado por Jô entrará no ar bem mais tarde na Globo, por volta das duas horas da manhã. #Famosos #Televisão #Religião