Para aqueles que desejam trabalhar sem sair de casa e, ainda por cima, no conforto de ficar sentado à frente de uma #Televisão, uma grande oportunidade surge para os brasileiros. A Netflix, uma das maiores redes mundiais de filmes, séries, animes e documentários online, vai contratar taggers no Brasil. O profissional terá o trabalho de assistir, antes do lançamento do conteúdo no site, e avaliar alguns quesitos que devem ser informados por via de um questionário. As tags, ou etiquetas, são palavras-chave que caracterizam um conteúdo de qualquer tipo e são extremamente úteis para quem procura por algo específico nos sites, assim como ter uma noção rápida no conteúdo exposto.

Publicidade
Publicidade

A função de tagger não é novidade para a Netflix, que possui uma grande equipe de colaboradores pelo mundo, mas não conta com nenhum brasileiro, mesmo para a classificação do conteúdo exposto aqui. No momento, há profissionais de países como Estados Unidos, México, Canadá, Holanda ou Inglaterra trabalhando na classificação do conteúdo para o site que é mostrado no Brasil, mas a própria empresa, ao procurar por taggers brasileiros, acha interessante que pessoas que tenham a mesma cultura dos espectadores façam isso, para evitar possíveis conflitos de ideias em virtude da identidade local.

Para candidatar-se ao cargo, é necessário possuir alto conhecimento em conteúdo de cinema e televisão, comprovar experiência de pelo menos um ano com trabalhos online ou de mídia e ótima organização para enviar de forma clara as informações a respeito do conteúdo analisado.

Publicidade

A fluência do idioma inglês também é requisito para a vaga. O salário não foi informado, mas foi estimado em 2012 por um jornal norte americano que tratava-se de centenas de dólares por semana, algo que deve dar uma ótima quantia nos dias atuais.

Para os sortudos que conseguirem uma das vagas para a Netflix ou para aqueles que apenas são fãs de filmes ou séries, vale a pena ficar ligado nas estreias do canal, que divulgou a renovação da série exclusiva Bloodline após mal ter estreiado, assim como House of the Cards, também produção com exclusividade da rede. #Entretenimento