Uma onda de protestos tomou conta de Curitiba, capital do Paraná, durante toda esta quarta-feira, 29. Os professores estaduais se manifestaram contra a votação do projeto de lei que faz mudanças na previdência social. A polícia militar agiu com violência e até às 18h00 mais de cem pessoas já haviam sido contabilizadas como feridos no ato. Dentre elas estava o cinegrafista Jesus (o sobrenome não foi divulgado) da TV Bandeirantes.

Ele gravava imagens da truculência dos agentes de segurança quando um Pitbull da PM o atacou. O profissional teve uma parte de sua coxa direita mordida e precisou ser socorrido. Praticamente toda sua perna está envolvida em curativos.

Publicidade
Publicidade

Jesus participou do Brasil Urgente local e falou sobre o ocorrido. "Isso é um absurdo, eles mandando os cachorros nos atacarem só porque estávamos fazendo imagens denunciando o trabalho deles, mas agora vai ficar pior, porque todo mundo viu o que aconteceu", disse Jesus. O deputado estadual Rasca Rodrigues (PV) também foi atacado por um cão da polícia militar. Outros manifestantes e até os próprios agentes de segurança sofreram ferimentos.

Segundo o parlamentar, os casos mais graves são realmente das mordidas de cachorros. Apenas em um ambulatório da região mais de trinta pessoas foram atendidas. No entanto, outros pacientes foram atendidos com marcas de agressão e tiveram dificuldades de respirar, devido ao uso de gás lacrimogênio. O confronto entre PM e professores foi motivado devido a um projeto de lei estadual que quer mudar a forma de custear a previdência da região.

Publicidade

Segundo o portal de notícias G1, até às 15h, pelo menos cem pessoas já haviam sido contabilizadas entre os feridos. As informações foram confirmadas pela Guarda Municipal. Quarenta e dois manifestantes foram atendidos por médicos e outros vinte policiais também precisaram ser retirados da segurança do que acabou virando um grande tumulto. Desde o início da sessão no Plenário, que começou por volta das 15h, o clima é tenso do lado de fora do prédio da Assembleia. #Entretenimento #Famosos #Televisão