Muita gente deu boas gargalhadas com a pegadinha exibida no 'Programa Silvio Santos' no último domingo (29). Passageiros de um metrô, ainda em fase de testes no estado do Ceará, foram convidados a avaliar o serviço. Segundo uma das vítimas, cada pessoa recebeu R$ 70 para verificar possíveis problemas do novo sistema de transporte. No meio da viagem, uma suposta pane atinge o vagão onde estão as vítimas. Rapidamente, figurantes muito bem caracterizados atacam as mulheres, que juram não ter sido nada combinado. Uma delas, inclusive, acabou desmaiando.

A questão é que o vídeo com a pegadinha repercutiu a níveis nacionais e internacionais.

Publicidade
Publicidade

A brincadeira foi manchete de jornais e televisões por todo o mundo. Para o governo do Ceará, isso denigre a imagem do estado nordestino. Segundo informou o jornal 'Folha de São Paulo', Ivo Gomes, que é secretário das cidades, já pediu oficialmente uma investigação sobre o caso. A apuração vai ocorrer porque as gravações aconteceram ainda em 2014, quando o governador era outro, ainda Cid Gomes.

Empresa que administra o metrô vai ter que se explicar

O SBT, por sua vez, informou à imprensa que um pagamento foi feito à secretaria de transportes do estado e que tudo foi autorizado. De fato, a autorização até o governo do Ceará sabe que existiu, mas sobre algum dinheiro recebido, parece que ninguém viu chegar aos cofres da unidade federativa. O gerenciamento do metrô, que funciona a apenas um ano, é feito pela 'Metrafor'.

Publicidade

A empresa, de economia mista, precisa agora também dar explicações ao governo do estado do Ceará. Na época da gravação, as estações funcionavam de seis da manhã até a meia noite. A emissora de Silvio Santos jura que tudo foi feito em dois dias e de madrugada. Após alguns problemas com o metrô, agora os passageiros tem menos tempo para usar o transporte. O horário de abertura é o mesmo, mas o fechamento acontece às sete da noite.

População reclama

Muitas pessoas reclamaram na internet sobre o uso de um sistema público para gravar uma brincadeira enganando os cidadãos cearenses. A.R. postou em sua rede social que o governo decepcionou. "O estado autorizar isso é inconcebível. Estou achando tudo isso um absurdo", finalizou. #Entretenimento #Famosos #Televisão