O Bispo da Igreja Universal e dono da Rede Record de televisão, Edir Macedo, está envolvido em mais um polêmica. Depois de lançar um best-seller no Brasil e no mundo (Nada a Perder), o religioso e empresário agora quer virar sucesso nas telonas. Esse é o grande desejo do Grupo Record, transformar a vida de Macedo em uma obra da sétima arte. No entanto, esse fato tem gerado muitas especulações, uma delas seria quem bancaria o projeto que custará milhões de reais. Sobre essa dúvida, a emissora da Barra Funda já garantiu que não será a Igreja Universal quem bancará o produto, mas sim ela. 

Segundo a emissora da Barra Funda, investir no cinema é uma das suas prioridades.

Publicidade
Publicidade

O canal garantiu que uma obra sobre Edir Macedo seria sucesso garantido de público e lembrou que o livro escrito pelo líder religioso vendeu milhares de cópias por todo o mundo. A publicação também foi traduzida para diversas línguas. O foco do empresário mudou, e de brochuras agora pretende investir na sétima arte. Para isso, uma megaprodução dramatúrgica será criada. 

Os fiéis da Igreja Universal, segundo a TV Record, não serão convocados a doarem dinheiro para o novo filme. Os custos da produção serão totalmente bancados pela emissora. A informação foi confirmada neste sábado (18) pelo jornalista Flávio Ricco, que assina uma coluna especializada em #Televisão no portal de notícias UOL. No entanto, não foi informado quanto custará a película, mas se tivermos como base as produções do canal, o conteúdo promete sair caro.

Publicidade

Como exemplo, a novela bíblica Os Dez Mandamentos, a mais cara até hoje produzida em território nacional. Segundo a Record, cada capítulo custou em média 700 mil reais. A história que conta a saga de Moisés para libertar os escravos Hebreus do Egito tá cerca de 150 capítulos, ou seja, custará ao todo mais de cem milhões de reais. Sobre o filme de Edir Macedo, outra questão ainda é apontada, quem fará o papel do líder religioso. O nome de Wagner Moura chegou a ser cogitado, mas o ator negou que faria o papel.   #Entretenimento #Famosos