Com novo trabalho lançado, o número 18 em sua carreira, Ringo Starr concedeu uma longa entrevista ao programa britânico 'Hoje', da BBC Radio 4. Starr falou sobre os Beatles, e relatou que no início o grupo recebeu inúmeras negativas das gravadoras. "Nos diziam que não tínhamos chance. Mas nós mostramos que a #Música é mais do que um nome", afirma o baterista.

O músico, de 74 anos, também foi lembrado de como, ao longo dos anos do grupo, até sua dissolução em 1970, teve que assumir o papel de pacificador. Cada vez que havia uma explosão, os Beatles usavam Starr como reconciliador da casa. "Todos nós tínhamos personalidades distintas.

Publicidade
Publicidade

Éramos 4 irmãos. Nos queríamos profundamente, mas às vezes você acorda uma manhã e você está mal-humorado, mas superamos e as coisas aconteceram", acrescentou Star. Ele afirmou ter um grande orgulho pelas músicas que criou com Paul, John e George.

O veterano jornalista de rádio James Naughtie, apresentador do programa, escreveu em sua conta no Twitter: "Levei 50 anos, mas esta manhã entrevistei um Beatle". O músico em outubro vai percorrer os EUA com sua banda, All Starr Band.

Ringo Starr, o mito

Richard Starkey Jr., mais conhecido pelo seu nome artístico Ringo Starr, baterista inglês, cantor, compositor, produtor e ator que ganhou fama mundial como o baterista dos Beatles. Na maioria dos álbuns da banda, ele cantou os vocais de várias músicas. Quando os Beatles iniciaram, em 1960, Starr era membro de outro grupo.

Publicidade

Ele se juntou aos Beatles em agosto de 1962, substituindo Pete Best. Starr desempenhou papéis fundamentais em filmes da banda e apareceu em vários outros.

Após dissolução da banda em 1970, ele lançou vários singles de sucesso. Em 1972, lançou seu single de maior sucesso no Reino Unido, 'Back Off Boogaloo'. Alcançou sucesso comercial e de crítica com seu álbum de 1973, 'Ringo'.

A contribuição criativa de Starr a música tem recebido elogios de bateristas, como Phil Collins, que o descreveu como 'um grande músico', e Steve Smith, que comentou: "Antes de Ringo, estrelas bateristas eram medidos pela sua capacidade solos e virtuosismo. Ringo trouxe um novo paradigma. Nós começamos a ver o baterista como um participante igual no aspecto composicional", afirma Smith.

Em 2011, a revista Rolling Stone classificou Starr como o 5º maior baterista de todos os tempos. #Entretenimento #Famosos