A novela envolvendo a emissora de Silvio Santos, o SBT, e o Ibope parece não ter fim. A rede ganhou na justiça o direito de ter revelado os segredos de medição de audiência do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística. No entanto, a organização, por meio de nota, explicou que seus clientes já conhecem todos os métodos de medição e que não haveria nada realmente de secreto para se revelar. Não gostando muito da resposta, agora, a emissora decidiu firmar um contrato apenas com o instituto alemão, o GfK, e mais, o setor jurídico da #Televisão já pensa em entrar com uma nova ação judicial contra o Ibope.

SBT pretende entrar novamente na justiça

A nova ação pretende obrigar o Ibope a pagar uma alta multa por cada dia que não revelar como faz a medição de audiência.

Publicidade
Publicidade

O instituto tem deixado as redes de televisão descontentes. Somente a Globo decidiu não assinar com uma nova empresa de pesquisa, a GfK, que é uma das maiores companhias de cobertura de audiência da televisão mundial. A Bandeirantes aguarda os primeiros resultados para decidir com qual organização irá fechar negócio, pois por conta da crise não poderia pagar dois institutos de pesquisa. Já o SBT não esperou nem mesmo os primeiros índices para cancelar seu acordo com o Ibope.

Briga antiga

A briga entre os dois é antiga. Começou no início do ano 2000 quando Silvio Santos disse em um dos seus programas que pagaria uma fortuna a quem aparecesse com um peoplemeter, o aparelho de medição usado em cerca de seis mil domicílios brasileiros. No entanto, ninguém se manifestou e o Ibope decidiu não enviar mais os índices de audiência para a emissora.

Publicidade

A partir daí começou uma briga judicial e depois de quatorze anos, enfim, o SBT ganhou o direito na justiça de ter essas informações.

A decisão já foi transitada e julgada, ou seja, não cabe qualquer tipo de recurso e o Ibope é obrigado a efetuá-la. Em São Paulo, principal mercado no país, cerca de 930 pessoas possuem o aparelho que consegue enviar dados de audiência em tempo real. Cada ponto representa cerca de 67 mil domicílios e a pesquisa é feita por amostragem. #Entretenimento #Famosos