Superstar está de volta! A disputa de bandas exibida pela Globo após o Fantástico começou às 23:30, ao vivo, com um cenário muito bem produzido e alguns nomes novos no elenco: Thiaguinho, Sandy, Paulo Ricardo e Rafa Brites. Continuam nesta 2ª edição Fernanda Lima, que apresentou bem o programa e André Marques entrevistando componentes das bandas e fazendo a chamada para os videos de apresentação dos concorrentes.

As Bandas

A primeira banda a se apresentar foi StellaBella que não empolgou e foi eliminada com 36% dos votos. A segunda apresentação foi do grupo de pagode Samba Livre, os Sorocabanos mostraram um bom som e receberam votos dos 3 jurados, sem conseguir levantar a tela e também eliminada a marca de 64%, o que fez parecer que o público de casa está mais crítico do que no ano passado.


Eletronaipe foi a terceira apresentação da noite e a primeira a fazer a tela subir. Com 77% dos votos, a banda que arrasou nos metais, de acordo com Sandy, esquentou o programa cantando "Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda", trazendo a volta de Marquinho OSócio que participou do The Voice Brasil. Como o direito de escolher um padrinho (ou madrinha), esta foi justamente Sandy.


A banda Leash de Curitiba, foi a quarta a tocar e a primeira com uma #Música autoral. Ela conseguiu fazer a tela subir no último segundo, então chegando ao 72%. Usando o direito a escolher o padrinho, este foi Thiaguinho. Logo depois veio a banda Vibrações tocando Tim Maia com um reggae que conseguiu, rapidamente, fazer a tela subir com 78%. Eles também escolheram Thiaginho como padrinho.


Outra banda se apresentou com trabalho próprio, a Wannabe Jalva conseguiu o direito de escolher o padrinho que foi Paulo Ricardo. Paulo comentou o fato da banda não ter trazido uma letra em português. Logo depois, o Trio Sinhá Flor, tocando forró pé-de-serra alcançou os 84%, o trio feminino marcou maior votação da noite. Sandy foi a escolhida para madrinha.


A experiente Tianastácia (essa mesmo!) que já até tocou no Rock In Rio, emplacou 77% tocando "Cabrobró" e escolheu Paulo Ricardo como padrinho.

Jurados

Até final de janeiro, não havia definição dos nomes. O trio atual, diferentemente do ano passado, teve uma participação relativamente discreta. Paulo Ricardo não teve a mesma postura crítica como a de Dinho Ouro Preto na edição anterior, que comentava cada detalhe que observava nas bandas.

Sandy fez seu primeiro comentário somente depois da segunda apresentação. A presença feminina que substitui Ivete Sangalo não fez feio. Já Tiaguinho falou pouco, foi curioso quando ele, ao comentar sobre Tianastácia, disse que eles tem "peri". Fernanda Lima brincou dizendo que não entende muito bem essa língua, "peri de experiência né?". #Famosos #Televisão

Fernanda Paes Leme fez falta

Rafa Brites substitui Fernanda Paes Leme na sala de iteratividade, mas não chega com a animação da antecessora. Por enquanto, há pouco o que dizer da esposa de Felipe Andreoli. André Marques também não teve nenhum momento brilhante, mas demonstrou simpatia.
No final, a tradicional apresentação dos jurados que subiram ao palco juntos. No geral, ficou a sensação de uma boa estréia, porém sem manter o alto nível da final da edição anterior.