Aos 68 anos de idade, o humorista e apresentador de TV David Letterman cumpriu a promessa feita há um ano e realizou a última apresentação de seu talk-show "The Late Show with David Letterman", que foi ao ar por nada menos do que 33 anos. O programa, que começou na rede NBC, era apresentado pela CBS desde 1993. Foi a mais longa carreira na história da TV norte-americana, superando seu mentor e amigo Johnny Carson, que morreu em 2005.

Como era esperado, seu último programa foi em clima de grande despedida, com apresentação da banda Foo Fighters, sua favorita, tocando Everlong. Em mensagens pré-gravadas, o Presidente Barack Obama e os ex-Presidentes George H.

Publicidade
Publicidade

W. Bush, George W. Bush e Bill Clinton, apareceram na tela dizendo "nosso longo pesadelo nacional acabou!" - frase que compactua com o humor sarcástico e a ironia, características marcantes do apresentador. Todos estes presidentes foram entrevistados por Letterman durante sua gestão. Entre #Famosos, anônimos e políticos, foram cerca de 20 mil entrevistas em mais de 6 mil edições. O Late Show foi também um dos mais premiados talk-shows de sua geração, tendo ganho 16 vezes o Emmy (maior prêmio da TV norte-americana).

Afirmando que a partir de agora pretende se dedicar exclusivamente à família, David certamente terá uma aposentadoria das mais tranquilas. Sua fortuna é estimada em 400 milhões de dólares. O show-man é também o dono da Worldwide Pants Incorporated, que entre outros sucessos produz a série Everybody Loves Raymond.

Como não poderia deixar de ser, este último programa foi repleto de agradecimentos à equipe, aos músicos que o acompanharam ao longo da carreira, aos escritores (que segundo Letterman merecem mais crédito pelo show do que ele próprio) e à família: "minha esposa Regina e meu filho Harry, obrigada por serem a minha família, eu amo vocês dois e nada mais importa".

Publicidade

Aos telespectadores, David agradeceu dizendo: "vocês me deram tudo".

O substituto escolhido pela emissora para apresentar o programa é o comediante Stephen Colbert, que declarou estar assustado e agradecido: "apenas ter sido um convidado no show de David foi o ponto alto da minha carreira. Nunca sonhei que seguiria seus passos". #Entretenimento #Televisão