Nascida em Nova York, a filha do diretor de #Cinema Stephen Gyllenhaal, Maggie, cresceu em Los Angeles. Em 1995, voltou para Nova York para estudar na Columbia University, onde obteve o diploma de Bacharel em Artes. Em 1999 foi para Londres, estudar na Royal Academy of Dramatic Art. Começou sua carreira no cinema aos 15 anos, no filme Waterland. Seu primeiro papel de destaque foi em Secretary (2002), pelo qual recebeu sua primeira indicação ao Globo de Ouro. Também por Sherrybaby recebeu a mesma indicação. Por seu desempenho em Crazy Heart, ganhou finalmente um Globo de Ouro e foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante.

Com mais de 30 filmes na carreira, tendo contracenado com atores do calibre de Julianne Moore (vencedora do Oscar de Melhor Atriz em 2015), Julia Roberts, Drew Barrymore e George Clooney, entre outros tão #Famosos quanto, Maggie Gyllenhaal acaba de receber a notícia de que para fazer o papel de amante de um homem de 55 anos, está velha demais.

A atriz, que em 2008 interpretou a personagem que foi criada para ser o interesse amoroso de Batman (Rachel Dawes, advogada de Gotham City), em The Dark Knight (O Cavaleiro das Trevas), falou à Revista The Wrap sobre a dificuldade de mulheres mais velhas conseguirem papéis de protagonistas em filmes de Hollywood: "Tem coisas que são decepcionantes em ser uma atriz de Hollywood.

Publicidade
Publicidade

Tenho 37 anos e me disseram que eu era velha demais para ser a amante de um homem de 55. Foi chocante para mim. Eu fiquei mal, depois fiquei irritada e depois achei engraçado".

Segundo pesquisa realizada pela Universidade de San Diego, personagens femininas são apenas 12% dos papéis principais entre os cem filmes mais lucrativos de 2014.

Tanto a pesquisa, quanto a rejeição a atrizes como Maggie Gyllenhaal, deixam dúvidas sobre os motivos que levam os produtores de Hollywood a fazerem este tipo de discriminação. Obviamente, muito além da arte, um filme que custa vários milhões de dólares é realizado para dar lucro. Portanto é bastante óbvio que se personagens masculinos obtêm mais sucesso de público, serão os preferidos. Já no caso da diferença de idade, estaria o cinema impondo um comportamento, ou apenas refletindo a realidade? #Entretenimento