Em entrevista, o apresentador Celso Portiolli (SBT) revelou que esteve prestes a ir para a Rede Globo, afirmando que sofreu bastante nas mãos de Silvio Santos após o impasse para trocar de emissora.


Em conversa no talk show "Na Lata", comandado pela atriz Antonia Fontenelle no YouTube, Celso afirmou que quase foi para a concorrente no ano de 1997. Segundo ele, o diretor Roberto Talma, global que então trabalhava no SBT, o convidou para migrar para a emissora carioca, onde Portiolli seria treinado para assumir as tardes de sábado:


"O Roberto Talma disse que ia me levar para a Globo. Ia fazer um programa de sábado a tarde, para que um dia pudesse ir para os domingos. Eu ganhava X e ele me ofereceu, de cara, dez X. E, de luva, cem X. Fiquei louco."


Antes do plano ser concretizado, Celso teria sido chamado pelo patrão para ir ao seu camarim, onde recebeu uma grande reprimenda. O artista continuou, afirmando que Silvio duvidou da proposta e afirmou que tudo seria um blefe, mesmo assim se comprometendo a cobrir a proposta. Assim, Celso permaneceu no SBT, mas afirma ter "comido o pão que o diabo amassou", sofrendo com boicotes, reduções de salário, trocas dos horários de seus programas e muito mais:


"O Silvio diminuiu o meu salário, me colocou na geladeira. Várias vezes, quando eu estava em primeiro lugar (no Ibope), o programa saia do ar por orçamento ou mudava de horário."


Mesmo assim, Celso Portiolli afirmou que hoje entende o comportamento de Silvio Santos:


"Mas eu o entendo. Na visão dele era um moleque de 30 e poucos anos, ganhando bem, sem pressa de estourar. Ele não precisava de mim. Só depois fui entender que ele estava me ensinando muita coisa, a ser mais homem, ser mais humilde, respeitar os outros profissionais. Hoje sou um cara polido pelos gestos do Silvio Santos. Hoje sofro menos na vida porque ele me ensinou a bater a cara no muro e levantar a cabeça. Me ensinou muito, mas sofri demais."


Anos mais tarde, em 2009, quando Gugu foi para a Record, um novo conflito ocorreu. Descontente e disposto a abandonar o SBT, Celso foi chamado para a vaga antes ocupada pelo veterano, apresentando o "Domingo Legal":


Quando eu disse que ia sair, mas sem proposta de outra emissora, o Silvio me deu um conselho de amigo: 'Se você sair do SBT, vai ser o pior passo que vai dar na sua carreira. Estou te dando o melhor programa, com a melhor equipe, o maior orçamento e no domingo. Se você não pegar agora, vai ser uma erro'. Escutar isso do Silvio Santos, é porque está certo. Aceitei e fui sem medo, tinha muita gente torcendo por mim, eu tenho amizade com todo mundo no SBT. Entrei fora de forma porque o programa não era meu, mas hoje ninguém mais lembra disso."


Atualmente, Celso Portiolli continua no SBT e a vaga aos sábados na Rede Globo foi ocupada por Luciano Huck, que permanece no posto desde o ano de 1999.
#Famosos #Televisão #Mídia