A vida do apresentador Luiz Bacci da Record daria uma verdadeira novela. É impressionante quantas mudanças aconteceram e acontecem na vida do profissional de comunicação em tão pouco tempo. Há cerca de dois meses ele ainda era contratado da TV Bandeirantes. Encerrou seu contrato e voltou para o canal de bispo Macedo. Rapidamente ganhou projeção e uma extensão do seu tempo no ar. A audiência das atrações comandadas por ele já incomodam a Record e dão mais de três vezes o Ibope do SBT. No entanto, nem mesmo assim ele continuará a ser visto em todo o Brasil.

Durou apenas uma semana a transmissão do 'Balanço Geral Manhã' para as afiliadas da Record, que ficaram com o pé atrás e pressionaram à emissora, pedindo de volta seu telejornais locais.

Publicidade
Publicidade

O jeito foi ceder e agora só as emissoras próprias do canal de Macedo é que devem continuar a transmissão do 'Balanço Geral Manhã'. 

A decisão gera curiosidade e estranheza. Ainda não foram divulgados dados do 'Balanço Geral Manhã' em outras praças, mas mesmo que a audiência não estivesse boa, não é comum se mudar a programação duas vezes em apenas uma semana. Luiz Bacci entra para a história como o comunicador que faz a segunda maior emissora de TV do país tomar decisões e voltar atrás. Muitos consideram um erro tê-lo de volta e ainda por cima dar tanto espaço para o 'menino de ouro'. O certo mesmo é que ter ele no comando dos jornalísticos está fazendo a Record recuperar uma audiência perdida nos últimos três anos na grande São Paulo.

Algumas afiliadas sequer concordaram em exibir o programa de Bacci e outras agora vão voltar a exibir seus telejornais e o programa 'Nosso Tempo', produto produzido pela Igreja Universal e que vai ao ar entre 06h30 e 07h30. 

O 'Balanço Geral Manhã' com Luiz Bacci não chegou a completar nem uma semana na cidade de Natal.

Publicidade

O diretor de jornalismo local usou o Twitter para informar que tudo voltaria a ser como antes na TV Tropical. No entanto, outros estados com sedes próprias da Record seguem com o jornalístico, como Rio de Janeiro e Minas Gerais. 





#Entretenimento #Famosos #Televisão