No ano passado, o morcego mais querido da garotada completou 75 anos, e, para comemorar, a Warner Brothers, detentora dos direitos sobre o Cavaleiro das Trevas, relançou a série televisiva dos anos 60 em Blu-ray, DVD e cópia digital. No Brasil, o lançamento foi em DVD, mas só por enquanto.

Apesar do Homem-Morcego ter sido interpretado na telona por nomes como George Clooney, Val Kilmer, Christian Bale e Michael Keaton, nenhum deles marcou tanto quanto o interpretado por Adam West na TV, num seriado originado pelo longa-metragem de 1966. Esse é o Batman cômico e sério ao mesmo tempo, com equipamentos esdrúxulos como o bat-repelente de tubarão, preenchendo nossa telinha com as onomatopeias na hora das brigas contra os vilões (OUCH! SOC! KAPOW!), o Batman pouco atlético, com uma pequena barriguinha, que tentava loucamente resistir aos encantos da Mulher-Gato.

Publicidade
Publicidade

Para a meninada e adolescentes dos anos 70, o mais genial dos Batmans!

Totalmente diferente do soturno Batman criado pelo desenhista Bob Kane em 1939, na TV formou a dupla dinâmica com o menino-prodígio Robin, interpretado por Burt Ward, e mais tarde o trio, com a entrada da Batgirl na temporada. Quem não se divertia ao ver o morcego escalando os prédios de Gotham City junto com Robin, usando apenas uma corda e o bat-rangue e se encontrando com celebridades que abriam as janelas, as entradas e saídas da Batcaverna escorregando pelos batpostes, os uniformes dos heróis com cores bem "pop", as corridas com o Batmóvel e os jargões de Robin: "santa memória, Batman!". Quem não corria para casa para ver como o morcegão se livrava das armadilhas perigosas que lhe eram impostas na segunda parte do episódio - "nesse mesmo bat-horário, nesse mesmo bat-canal", dizia o locutor, ao fim da primeira parte.

Publicidade

O seriado teve 120 episódios, e foi rodado de 1966 a 1968, sendo que, na última temporada entrara Yvonne Craig, maravilhosa na pele de Batgirl, para aumentar a audiência que já não era tão grande quanto no início.

Os vilões eram um show à parte e roubavam a cena. O Coringa era Cesar Romero, a fascinante Mulher-Gato, Julie Newmar, o Charada, e suas gargalhadas histéricas como marca registrada, foi interpretado por Frank Gorshin, e Burgess Meredith, que também interpretou Mick, o treinador de Rocky Balboa, na telona, dava vida ao Pinguim. Sorte de Batman ter ao seu lado o fiel mordomo Alfred, que era um fiel e inteligente colaborador do herói.

Incrível que Batman durou apenas 3 temporadas, pelo sucesso estrondoso que fizera na época, mas atribuem o fim à dispendiosa produção e briga de egos, comum entre artistas. Mas, o que importa é que o quiróptero mais famoso do mundo está de volta com suas geniais "gags" e seu interminável carisma!

Boa bat-diversão! #Entretenimento #Televisão #Seriados