Certeza de boa audiência na TV, o mundo dos quadrinhos ganhará mais uma representante, com a estreia do seriado que traz as aventuras da Supergirl.

Nas últimas décadas, as séries de Hulk, Mulher Maravilha, Batman e Robin, Homem-Aranha e Flash fizeram um imenso sucesso e até hoje são cultuadas pelos fãs da Marvel e da DC Comics

Por isso, a CBS norte-americana investirá na série da super-heroína, prevista para sair ainda este ano. Em 1984, a atriz Helen Slater interpretou a prima do Super-Homem no cinema. Em princípio, para interpretar o papel da heroína, a loura e belíssima Claire Holt estava cotada.  A australiana interpretou a vampira Rebekah Mikaelson na série The Vampire Diaries, cuja estreia foi em agosto de 2011, e em 2015 interpretou Charmain Tully na série Aquarius

Porém, a escalação foi mudada e Melissa Benoist, não menos bela, ficará com o papel. Seguramente, em termos de beleza, não deve ter sido uma decisão fácil para os produtores. Norte-americana, além de atriz é cantora, e ficou conhecida como "Marley Rose" na série "Glee".

Seus super-poderes são similares aos de seu primo Superman: super-força, capacidade de voar, super-velocidade, visão de calor e raios-x, congela com o próprio sopro, audição sobre-humana, e imediato fator de cura. Seu nome é Kara Zor-El, e também natural do planeta Krypton. Ela é membro da Liga da Justiça e da Legião dos Super-Heróis. Seu ponto fraco: o contato com a kriptonita.

A presidente da CBS, Nina Tassler, explicou que, para a super-empreitada a protagonista "precisa ser uma ótima atriz, que encarne tanto o frescor e a exuberância de ser um jovem em clima desafiador de hoje e alguém que possa levar este tipo de série em seus ombros". No Brasil, algumas séries televisivas da emissora fazem grande sucesso, como "Two and a Half Men", "The Big Bang Theory" e "The New Adventures of Old Christine".

Até agora, nenhum canal de TV a cabo brasileiro se manifestou a respeito dos direitos de exibição de "Supergirl" no país. Os fãs, por enquanto, ficam no aguardo. #Televisão #Seriados