Fátima Bernardes quando mudou do jornalismo para o #Entretenimento prometeu muita alegria e descontração para as manhãs da Rede Globo de #Televisão. O programa dela completou três anos de vida nesta quinta-feira, 25, mas nos dois últimos dias a pauta da mulher de William Bonner tem sido um só: a morte do cantor Cristiano Araújo. E não duvide que esse seja o tema também de amanhã, dia 26. Fátima pode entrar no quadro de apresentadores como Sônia Abrão da RedeTV!, que com seu 'A Tarde é Sua' ficou conhecida por exibir velórios. 

Sônia Abrão que é muito descriminada por conta desse tipo de cobertura prova que é até mais competente do que Fátima na hora de segurar um programa ao vivo.

Publicidade
Publicidade

Entre um recadinho e outro, Abrão faz comentários e recebe poucos comentaristas em seu palco. Diferente de Bernardes, que tem uma atração recheada de convidados, mas a quantidade não se reflete na qualidade da informação. Muita gente acaba gerando confusão, dos telespectadores e da própria Fátima, que vive se confundindo com o que levará ao ar em seguida.

O 'Encontro' mostra que é um programa que veio para ficar, mas que precisa de reformulação no sentido de dar o tempo merecido a cada coisa, e nem estamos falando do excesso de cobertura em torno de uma tragédia, mas sim ao dia a dia do produto matinal da Globo. Sobre o tempo demais para assunto de menos, podemos argumentar que os canais brigam por audiência e que por isso é preciso bater na mesma tecla para não perder o Ibope, o que é uma grande verdade.

Publicidade

Em matéria publicada mais cedo, expusemos o modo TV funerária de alguns canais, mas é essa a atual tendência do mercado. Com o crescimento da internet, eventos ao vivo e de comoção devem tomar conta das telinhas e mudar de vez o modo com que é feito jornalismo. Vimos nessa cobertura sobre a morte de Cristiano Araújo repórteres ao lado do túmulo, repórteres em cima do carro de bombeiros com o caixão do músico, jornalistas em velório e ouvimos perguntas do tipo: "como você está se sentindo?". Os telespectadores estão nada bem por não ter o que escolher na TV aberta.  #Famosos