Ele é o atual galã da novela das sete 'I Love Paraisópolis'. Maurício Destri está fazendo muito sucesso com Benjamin, par romântico de Mari, vivida pela atriz Bruna Marquezine. Na novela, ele faz um bom moço que larga tudo para viver quase um romance proibido, desses típicos dos folhetins brasileiros. Um affair entre os dois atores chegou a ser cogitado por alguns sites, como o 'Tribuna Hoje', que nesta sexta-feira, dia cinco de junho, publicou que a relação deles não teria vingado na vida real porque a ex-namorada de Neymar não queria misturar amor e trabalho. Os #Famosos negam que tenham tido algo.

Quem vê Maurício Destri em uma boa fase de público e crítica, nem imagina a situação delicada que ele passou em 2011, época em que interpretava o príncipe Dom Inácio na novela das seis 'Cordel Encantado'.

Publicidade
Publicidade

Antes de entrar na telinha, o bonitão era garçom e foi descoberto por um produtor de elenco. A fama repentina fez com que muita gente fosse vasculhar o passado de Destri e uma publicação feita pelo perfil dele no Facebook chamou a atenção.

De acordo com sites como o Portal PS e o O Canal, o ator teria deixado rastros em sua rede social que mostravam que ele assistiu vídeos adultos voltados ao público gay. Apesar de ter apagado os posts, através do google e do próprio site, era possível ver que de fato ele ou alguém se utilizando do perfil havia curtido alguns vídeos pornôs. Maurício Destri até hoje não falou sobre esse assunto, ele prefere focar em sua carreira e agora no sucesso das sete horas.

'I Love Paraisópolis' está conseguindo superar as expectativas da Rede Globo e muitas vezes está sendo o produto de maior audiência do canal carioca.

Publicidade

A obra dramatúrgica supera até a novela das nove 'Babilônia', que não está em uma boa fase e já foi encurtada dentro do canal. A maior rede de TV do país também está alongando alguns capítulos do drama das sete. Toda vez que tem a propaganda política obrigatória, 'I Love Paraisópolis' é dividida em duas partes. A estratégia serve para evitar que o 'Jornal Nacional' comece em baixa. #Entretenimento #Televisão