A situação econômica do ator mexicano Rubén Aguirre não anda nada boa. Ele que ficou conhecido aqui no Brasil por interpretar o Professor Girafales no seriado 'Chaves' (exibido pelo SBT) está tendo que se desfazer de diversos bens para conseguir arcar com as despesas médicas dele e da mulher. Os problemas de saúde dos dois continuam muito sérios. As informações são da imprensa mexicana, que noticiou também nesta terça-feira, 30, que o ator chegou a pedir ajuda à televisões do país.

81 anos de idade e um sucesso estrondoso em diversos países do mundo. Tanto tempo de carreira e projeção não impediram que o ator Rubén Aguirre passasse por dificuldades.

Publicidade
Publicidade

Ele reclama da falta de assistência da ANDA, entidade equivalente ao sindicato dos atores no México. Segundo Girafales. ele sempre arcou com as mensalidades do sindicato, mas agora não está tendo o retorno desejado. O órgão nega e disse estar dando toda a atenção possível. #Entretenimento #Famosos #Televisão

Ator mexicano estaria tentando vender mansão e fazenda. Bens estão avaliados em quase R$ 2 milhões

Segundo a imprensa mexicana, Rubén Aguirre estaria ainda tentando vender duas de suas propriedades e a venda delas estaria sendo promovida na internet. O ator não confirmou até o momento essa informação. Uma das casas tem mais de oito mil metros quadrados e está localizada em Villa de Tepetlaoxtoc. O que para muitos é uma mansão, para professor Girafales era apenas uma casa de férias. O imóvel custaria pelo menos sete milhões de pesos mexicanos, ou R$ 1,3 milhão.



Além da enorme propriedade que contaria com diversas regalias, Aguirre estaria tentando vender uma pequena fazenda. Essa tem pouco mais de um hectar, totalizando quatorze mil metros quadrados. A Fazenda sairia por um preço bem mais em conta do que a casa de Rubén, cerca de R$ 595 mil. Fontes ligadas ao artista teriam dito a tabloides mexicanos que o professor Girafales estaria fazendo uma "tempestade em copa d'água" para não gastar um centavo com seu tratamento. Segundo essas pessoas, a venda desses imóveis já provaria isso.