Mesmo famosa e considerada uma das melhores escritoras, E. L. James não escapou de ser taxada de "Homofóbica e Péssima Escritora". Ela participou, na noite de segunda-feira (29), de uma sessão de perguntas e respostas no twitter: a intenção da escritora era apenas a ampla divulgação de seu novo livro ‘Gray’.

Porém, o que deveria ter sido apenas um bate papo transformou-se numa lista de críticas irônicas de usuários do microblog. Muitos criticavam a má qualidade de sua escrita e a relação controversa entre os personagens principais do #Filme.

A autora submete-se a sabatina de perguntas dos fãs e se irrita. Veja a seguir algumas delas: "Depois do sucesso de Gray, você irá contar novamente a história de espectativa de uma pessoa que saiba escrever?".

Publicidade
Publicidade

Alguém pergunta referindo-se ao novo livro de James, que conta o mesmo enredo erótico do filme, visto através da ótica do galã sádico, Christian Gray.

"O que lhe causa mais ódio, a independência de uma mulher ou a língua inglesa?" "Você é paga ao utilizar um adjetivo?", "Já pensou em utilizar o dicionário?", "Seria muito difícil aumentar o vocabulário?".

Esses foram alguns dos comentários maldosos que fãs fizeram. O alvo das ironias foi a estranha relação de poder e submissão vivida pelo casal Ana e Christian.

"Pelo fato de ser bonito e rico é aceitável que Gray persiga, manipule e ameace Ana?"

Um outro fã disse que a escritora era tão homofóbica na realidade quanto na ficção, referindo-se às criticas que ela recebeu anteriormente após recusar Matt Bomer para o papel de Christian por ele ser gay assumido.

Publicidade

O ator era o favorito dos fãs que não a perdoam.

Depois de tantos comentários ruins sobre seu livro, E.L. irritada resolveu bloqueá-los, mas um comentário persistiu: "Você poderia desbloquear e me perdoar por fazer piadas do seu livro horrível?".

Segundo o que o jornalista do The Guardian, Dean Burnett, comentou em seu microblog, a grande lição que fica para E. L. James é que "hoje ela descobriu que se ‘muitas pessoas comprarem o meu livro’, não significa que ‘todos gostem de mim’". #Famosos #Livros