O que tá ruim pode ficar pior? Um acidente acabou acontecendo na última semana durante as gravações da novela das nove da TV Globo, 'Babilônia'. De acordo com o jornal carioca O Dia, o elenco fazia a gravação de uma chacina que acontecerá na comunidade fictícia de Jatobá. O imprevisto deixou atores e moradores de uma favela do Rio de Janeiro, onde tudo foi gravado, apavorados. A equipe de produção do folhetim também não estava preparada para nada do gênero e o que se viu foi um corre corre.

Nas cenas, o setor de efeitos especiais da emissora estava presente. Foram utilizadas balas de festins e foi justamente  uma delas que provocou faíscas em uma das casas da comunidade carioca, que começou a pegar fogo. A situação foi rapidamente resolvida, mas nem isso impediu que as pessoas que estavam presentes no local vivessem minutos de desespero, especialmente, os moradores da casa atingida. Cristiano Marques, diretor da novela que estava na gravação, foi quem apaziguou os ânimos e acabou controlando tudo.

'Babilônia' é um dos maiores fracassos de audiência da história da TV Globo. O folhetim assinado por Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares atinge média de 25 pontos na grande São Paulo, quando a meta para o horário é de 35 pontos. A má fase fez a maior rede de TV do país mudar de estratégia e também encurtar o enredo da história, que agora vai sair do ar mais cedo, dando vez para 'A Regra do Jogo'.

Mas o drama das nove tem mais que incêndios e má audiência, alguns artistas do elenco tiveram crises brabas de estresse. Adriana Esteves, que vive Inês em 'Babilônia' teve seu nome envolvido em dois episódios de choro. Camila Pitanga, que faz a mocinha trabalhadora Regina, foi outra quem perdeu as estribeiras e até ameaçou deixar a novela. Pitanga só teria desistido da atitude com medo de ficar queimada na própria Globo e em outros canais. Afinal, problemas acontecem e uma protagonista largando tudo por conta de problemas nos bastidores não é uma coisa que vemos todos os dias. #Entretenimento #Famosos #Televisão